MS deve receber mais 10 mil testes para novo coronavírus até a próxima semana

População deve fazer isolamento para que Estado tenha leitos para todos

Mato Grosso do Sul deve receber mais 10 mil testes rápidos para detectar o novo coronavírus até a próxima segunda-feira, informou o secretário estadual de Saúde Geraldo Resende nesta quinta-feira (2), durante a transmissão do boletim epidemiológico do Covid-19.

Com 53 casos confirmados, 28 permanecem sob investigação e ainda aguardam o resultado dos testes. Muitos dos casos estão em municípios do interior que ainda não contabilizam oficialmente o número de positivos, como Fátima do Sul, Ribas do Rio Pardo e Aparecida do Taboado.

“Vamos construir uma logística junto com Campo Grande para encaminhar a realização desses testes e expandir isso para o interior”, explicou o secretário.

Leitos de internação

Ao todo, o Estado possui 281 leitos clínicos para internação, sendo 239 em Campo Grande, 32 no Hospital Regional de Dourados e dez no Hospital Auxiliadora, em Três Lagoas. São 135 leitos de UTI. Cidades como Coxim e Naviraí, que não contabilizam leitos, estão viabilizando internações por meio de compra de equipamentos.

Resende explicou que o Estado faz o custeio e os municípios devem atender com equipamentos e servidores para dar celeridade ao aporte de internações. “O Ministério da Saúde está trabalhando para fazer a habilitação dos municípios para que tenham os leitos”. O custo estimado pelo Estado para cada leito de UTI é de R$ 1,6 mil a R$ 2 mil.

 

MS deve receber mais 10 mil testes para novo coronavírus até a próxima semana
Mais notícias