MPMS prorroga regime diferenciado de trabalho até 18 de dezembro

Órgão apelou em carta que população siga regras de biossegurança após alta de casos da Covid-19

O MPMS (Ministério Público do Estado de ) prorrogou até 18 de dezembro o RDAU (Regime Diferenciado de Atendimento de Urgência), imposto em razão da pandemia de . A resolução foi publicada na edição desta sexta-feira (27) do Diário Oficial do órgão (DOMPMS).

Desde agosto, seguindo o plano de biossegurança do TJMS (Tribunal de Justiça de ), o MP vinha retomando gradativamente suas atividades presenciais, ampliando para 70% a capacidade de trabalho em suas unidades.

Com a alta de casos da doença causada pelo novo coronavírus, o Poder Público voltou a estabelecer restrições. A prefeitura de Campo Grande decretou toque de recolher a partir de hoje.

Já o suspendeu o atendimento ao público na Ageprev (Agência Estadual de Previdência Social), na FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul) e em subsecretarias ligadas à Segov (Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica).

Os jovens formam o grupo mais atingido nessa nova fase da pandemia, que ainda está na primeira onda no Brasil. Nesta semana, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) emitiu um alerta sanitário, apontando para  um “aumento expressivo no número de casos” na Capital.

O próprio MPMS reforçou o alerta ontem, quinta-feira (23). Em carta aberta à população, assinada pelo chefe do órgão, o procurador-geral de Justiça Alexandre Magno Benites de Lacerda, alerta para falta de recursos humanos e anestésicos para intubação de doentes em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), caso não haja contribuição às medidas de biossegurança.

MPMS prorroga regime diferenciado de trabalho até 18 de dezembro
Mais notícias