Para MP e Sesau, ainda não é o momento para volta às aulas em Campo Grande

Órgãos discutem com entidades representativas novas datas para que alunos frequentem as escolas

O (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) e a (Secretaria Municipal de Saúde) não veem o momento adequado para o retorno das aulas presenciais nas escolas particulares. Uma reunião acontece nesta quinta-feira (13) para discutir uma data plausível diferente da proposta, que era dia 24 de agosto.

A promotora de Justiça da Saúde, Filomena Fluminhan explica que infelizmente a expectativa da data inicial proposta não deve se concretizar, mas que as partes precisam ser ouvidas nessa reunião para que possam chegar a um acordo.

“Nós temos a expectativa de que não podemos agora nesse momento”, diz a promotora em breve contato com a imprensa.

O secretário da , José Mauro Filho, que também participa da reunião, apresentará os números do coronavírus que está sendo feito pelo monitoramento feito pelo município. A ideia é que seja novamente prorrogação do prazo, por observar que os números das notificações estejam aumentando, mesmo que as internações e óbitos estejam estabilizados.

“Acho que acontecerá o encaminhamento natural. Observamos no momento que talvez não seja adequado, mas é uma discussão que deve ocorrer. A doença tem um comportamento que varia muito rápido”.

A AIEP (Associação das Instituições de Ensino Privado de Campo Grande) já preparou uma nova data de retorno das aulas presenciais para apresentar ao MPE (Ministério Público Estadual), em reunião na tarde desta quinta-feira (12).

Conforme o vice-presidente da AIEP, Gabriel Mazzoco, as escolas já veem com dificuldade o retorno para o dia 24 de agosto, como havia sido pré-definido na última reunião. “É provável que não seja nessa data, tendo em vista o número de leitos ocupados”, informou.

Entretanto, a entidade não quer sair da reunião sem uma data definido. Por isso, já está com uma contraproposta em mãos, caso a primeira data seja negada

Para MP e Sesau, ainda não é o momento para volta às aulas em Campo Grande
Mais notícias