Moradores do Nova Lima começam a ter prejuízo com falta de energia

Luz começou a oscilar na noite desta sexta-feira (20)

Moradores de cerca de 4 quadras do , em Campo Grande, estão sofrendo desde a noite desta sexta-feira (20) com problemas na . Depois de oscilar muito, durante a madrugada, a luz acabou de vez e os consumidores começaram a ter prejuízo e desconforto com o . Apesar de inúmeras tentativas de contato, os moradores garantem que não tiveram nenhum retorno da Energisa.

Elizabeth Rodrigues, moradora da Rua Helena Beruk, explica que os transtornos começaram por volta das 20h30 quando apareceram os primeiros picos de luz dentro de sua residência. A servidora pública, de 50 anos, acordou na madrugada sem luz e ligou para a concessionária através do 0800.

“Recebi como resposta que iam colocar minha solicitação em caráter de urgência. Liguei hoje pela manhã novamente pois não consegui dormir de tanto calor. Minha casa está em reforma e prejudicou o andamento dos trabalhos.”

A consumidora ainda explica que já teve o padrão de energia queimado, mas nunca chegou a ter em tantas residências como desta vez. Por ter geladeira e freezer, ela chega a pagar até R$ 400 de conta de luz e a maior preocupação é com o estoque de carne que guarda nos eletrodomésticos. O vizinho da frente de Elizabeth, Eriberto Machado também foi um dos afetados pela queda repentina de luz. O pedreiro estava em casa quando o ventilador de chão começou a girar tão forte que chegava a “se mover” pela sala.

“O aparelho estava na velocidade 1 e mesmo assim com muita força, além do normal. Nisso, eu percebi que minhas 2 lâmpadas de estavam estouradas, a força foi tanto que, se fossem lâmpadas amarelas, tinha pegado fogo”.

O homem disse que também trabalha como eletricista e nunca “viu nada parecido”. Ele lembra que chegou a ter a energia cortada de forma rápida e reclama da morosidade da Energisa na hora de resolver problemas.

Quem também não ficou satisfeito com o atendimento prestado pela concessionária foi o casal Neuza Teresinha Risi, de 66 anos, e José Risi, de 68. Os idosos acordaram na madrugada com o cheiro forte de fumaça que vinha do ventilador de teto quando perceberam que a luz tinha ido embora. Ao ligar para a Energisa, o aposentado foi informado que a queda se deu por conta da chuva. O que ele indaga, agora, é a veracidade da informação, já que não chove há 2 dias no Nova Lima.

Como a casa dos idosos tem portão elétrico, a família precisou desmontar o equipamento para tirar o carro da garagem. “Moramos aqui há 32 anos e nunca tivemos esse problema. Não conseguimos saber se queimou algum eletrônico pois quando acordamos já estava tudo apagado”.

Outra preocupação dos moradores que estão no escuro é em relação aos alimentos. Algumas pessoas contaram ao Jornal Midiamax que já começaram a fazer as compras para a ceia de e, caso a energia não volte, os produtos vão estragar na geladeira.

Em nota a Energisa informou que transformador queimou na região e que a energia deve ser restabelecida na tarde deste sábado. Confira a nota na íntegra:

A Energisa informa que a interrupção no fornecimento de energia ocorrida na última sexta-feira (20/11) na Rua Helena Beiruck, no , foi ocasionada por um transformador queimado. A concessionária esclarece ainda, que a solicitação entrou no sistema às 21h16. Equipes foram direcionadas ao local, mas devido a complexidade dos reparos, a previsão é de que por volta das 13h o serviço seja finalizado e a energia normalizada para os 70 clientes afetados.

Moradores do Nova Lima começam a ter prejuízo com falta de energia
Mais notícias