Moradores denunciam festa em bar de funcionários de hospital com morte por coronavírus

O caso aconteceu em Nova Andradina, poucos dias após o óbito

Pouco mais de dez dias após a confirmação da segunda morte pelo coronavírus em Mato Grosso do Sul, funcionários do Hospital Regional de Nova Andradina, onde a idosa de 66 anos, estava internada, promoveram uma confraternização em uma conveniência da cidade.

O encontro festivo aconteceu no dia 09 de abril e foi publicado no perfil do Facebook  de uma das funcionárias do Hospital . “Porque eles me fazem feliz…Família Regional…Bom estar com vocês sempre”, disse ela, “se sentindo adorável” em sua página.

Entre as pessoas que participaram da confraternização estava Valmir Moraes da Silva (identificado na foto com círculo). Ele é diretor administrativo do Hospital Regional de Nova Andradina.

O caso ganhou repercussão nas redes sociais,  gerou indignação e questionamentos pelo fato de a população não poder sair às ruas por conta das medidas restritivas de prevenção ao coronavírus. “Parabéns prefeito! Agradeça em especial a uma meia dúzia de funcionários do Hospital Regional, que ignorando as recomendações da OMS estavam fazendo confraternização (…)”, postou um internauta da cidade.

Procurado pela reportagem do Midiamax, o médico e diretor do Hospital Regional de Nova Andradina, Norberto Fabri disse que está tomando providências  sobre o caso. “Foi aberta sindicância para apurar o fato descrito no Facebook de um funcionário”, afirmou o diretor, ressaltando que “não é permitida aglomeração nas dependências do hospital”.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (20) pela SES (Secretária de Estado de Saúde), a cidade registra 11 confirmados de Coronavírus e mais um em investigação. Além disso, das quatro vítimas fatais, duas estiveram internadas em hospitais da cidade.

Moradores denunciam festa em bar de funcionários de hospital com morte por coronavírus
Mais notícias