Metade da população de MS aderiu ao isolamento social no domingo, mostra estudo

Levantamento da consultoria in loco registrou adesões entre 31% e 64% entre as cidades sul-mato-grossenses

Metade da população de aderiu ao isolamento social no domingo (24), conforme levantamento da consultoria In Loco a partir da movimentação dos sinais de telefones celulares em todo o país. O número mostra melhora na comparação com dias anteriores, contudo, o Estado ainda está entre os cinco piores do Brasil no distanciamento populacional para evitar a proliferação do novo coronavírus (Covid-19).

Conforme dados divulgados nesta segunda-feira (25), mesmo dia em que, pela primeira vez, o Estado confirmou 99 casos positivos em um intervalo de 24 horas –chegando aos 1.023 casos da doença–, exatamente 50% da população do Estado atendeu aos apelos para ficar em casa e evitar tanto disseminar como se contagiar com o coronavírus.

ficou à frente apenas de Goiás (47,11%), Sergipe (47,84%), Tocantins (48,77%) e Mato Grosso (49,58%), os piores do Brasil no domingo. Os melhores índices vieram do Amapá (60,73%), Acre (58,55%), Rio de Janeiro (57,44%), Pernambuco (56,63%) e Alagoas (56,24%).

Nas cidades

Já entre os 10 municípios com melhores índices de isolamento social do Estado, 3 enfrentam alta incidência da Covid-19. Segunda na presença da doença entre seus moradores (com taxa de 337,6 infectados a cada 100 mil moradores), Douradina liderou no distanciamento no domingo, com adesão de 64,1% de seus moradores.

Terceira em incidência (229,4 por 100 mil), Vicentina registrou participação de 59,7% de seus moradores no recolhimento domiciliar; enquanto Guia Lopes da Laguna, onde os mais de 180 contaminados pelo coronavírus resultaram em incidência de 1.849,4 por 100 mil (uma das maiores do país) foi a oitava em adesão: 59%.

Completam o “top 10” no distanciamento social Corguinho (61,3%), Rio Negro (61,2%), Glória de Dourados (60,2%), Jaraguari (59,3%), Laguna Carapã (59,1%), Taquarussu (58,3%, sendo que a cidade registrou seu primeiro caso no último sábado) e Paranhos (56,7%).

No outro extremo da realidade do coronavírus no Estado, estão municípios ficou abaixo de 46%. Os piores índices vieram de Japorã (31,8%) e Caracol (32,3%). Depois, aparecem Rochedo (39,8%), Alcinópolis (40,9%), Antônio João (42%), Costa Rica (43,3%), Anastácio (44,6%), Ivinhema (44,7%), Rio Verde de Mato Grosso (45,3%) e Inocência (45,4%).

Em Campo Grande, a adesão ao distanciamento social foi de 49,6% no domingo, enquanto Três Lagoas –outro município com grande número de casos– registrou participação de 53,6% de seus moradores. Em Dourados, o índice foi de 53,3%, e em Corumbá, de 49,5%.

Metade da população de MS aderiu ao isolamento social no domingo, mostra estudo
Mais notícias