Mesmo durante pandemia, pedido de seguro desemprego reduz 337% em Campo Grande, aponta Funsat

Entre abril e julho, fundação registrou queda significativa de pedido do benefício.

A (Fundação Social do Trabalho), divulgou nesta segunda-feira (10) a queda significativa da solicitação do seguro desemprego, em Campo Grande. Mesmo durante a pandemia de coronavírus, cerca de 337% deixaram de pedir o benefício.

Em abril, 2.361 pessoas procuraram a fundação para solicitar o seguro desemprego. Já em maio, esse número baixou para 1.171; no mês de junho 933; e julho fechou com a procura de apenas 700 pessoas.

A redução pode ser considerada pelo crescimento de pessoas inseridas no mercado de trabalho, nos acordos feitos entre empresas e funcionários, e desligamentos realizados pelo Caged (Cadastro Nacional de Admitidos e Demitidos), segundo a Coordenadoria de Vagas e Empregos e Observatório do Mercado de Trabalho.

Ainda de acordo com a fundação, entre abril e julho, foram disponibilizadas mais de 1,3 mil vagas ofertadas, destes mais de mil foram encaminhados e empregados, além de pessoas com alguma deficiência. Outros serviços como emissão de Carteira de Trabalho e Previdência Social, tiveram cerca de 152 emissões.

As vagas e serviços da estão disponíveis diariamente pelo site, nas redes sociais e pleo aplicativo Sine Fácil, gratuito para Android e IOS). Caso o candidato não tenha cadastro, deve ir na sede da fundação localizada na Rua 14 de Julho, 992, Centro. O horário especial de atendimento é das 7h30 às 13h30, de segunda a sexta-feira.

Mesmo durante pandemia, pedido de seguro desemprego reduz 337% em Campo Grande, aponta Funsat
Mais notícias