Medicamentos podem custar até 7 vezes mais caro entre farmácias em Campo Grande

Entre os itens pesquisados estão alguns utilizados no tratamento para Covid-19

Pesquisa de preços realizada pelo encontrou medicamentos até 7 vezes mais caros em algumas s. Foram pesquisados 180 itens em 15 estabelecimentos de Campo Grande entre os dias 30 de setembro e 13 de outubro.

O levantamento reforça a necessidade de pesquisar antes de comprar, pois o preço pode variar muito. É o caso do Citrato de Sildenafila (genérico) – medicamento para tratamento de disfunção erétil, que foi encontrado por R$ 8,00 na Levy e por R$ 65,14 na Preço Popular.

Também, as equipes do levantaram o preço de medicamentos como Ivermectina e Sulfato de Hidroxicloroquina, os mais procurados no momento por serem utilizados contra o (). No primeiro, foi verificada diferença que chega a ser o dobro do preço, sendo que o mais barato estava na São Bento, por R$ 18 e o mais caro na Vitória, por R$ 36.

Já em relação à Hidroxicloroquina, são duas apresentações do medicamento. Para o plaquinol/reuquinol a diferença é de 35,18%. Está à venda na Mais Popular por R$ 115,85, enquanto pode ser encontrado na Droga 10 por R$ 85,70. Já o genérico apresenta diferença percentual de 16,38%. É vendido na Pague Menos por R$ 63,20, enquanto nas demais onde foi encontrado o preço é R$ 73,55.

Mais caros

Se comparada com a pesquisa realizada no ano passado, 99 dos 145 itens considerados sofreram aumentos que chegam a 41,75%, que é o caso do Butilbrometo de escopolamina + Dipirona sódica 10 + 250 mg (genérico) com 20 comprimidos.

Por outro lado, o produto com maior queda de preços foi Acetato de Dexametasona (cortitop), creme dermatológico, em embalagem de 10 g, que registrou redução de 288,46%. No ano passado, a média de seu valor para venda foi de R$ 13,13 enquanto neste ano pode ser encontrado por R$ 3,38.

A comparação feita leva em consideração a apresentação de todas as características iguais.

As s pesquisadas foram: Drogasil na avenida Júlio de  Castilhos – Vila Sobrinho, Droga 10 na  rua Anacá – Moreninhas, Freire na rua Rui Barbosa – Monte Líbano, Levy na rua Johannesburgo – Jardim Presidente, Luizinho na  avenida Coronel Antonino, Mais Popular na  rua Zulmira Borba, Nova Farma Popular na avenida Nove – Nova Campo Grande, Pague Menos na avenida Mato Grosso – Centro, Preço Popular, na rua Marechal Rondon, São Bento na  avenida  Ceará – Jardim Vitrine, São Leopoldo na  avenida  Eduardo Elias Zahran, Soloaga, na avenida Arquiteto Vila Nova Artigas – Aero Rancho, Ultrapopular, na avenida Cafezais – Jardim Centro Oeste e  Vitória, na rua da Península – Jardim Ouro Verde.

Confira a pesquisa completa

Medicamentos podem custar até 7 vezes mais caro entre farmácias em Campo Grande
Mais notícias