Mato-grossense é autuado pela PMA após transporte irregular de 108 quilos de pescado

O pescado foi apreendido e será doado para instituições filantrópicas

Um homem, de 44 anos e morador de Sinop (MT) foi autuado em R$ 20 mil na noite desta segunda-feira (27) por transporte irregular de pescado que continha espécies de dourado e piracanjuba, que estão com pesca proibida em MS. A PMA (Polícia Militar Ambiental) é quem fez a apreensão e autuação após um chamado da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

De acordo com os policiais ambientais, o infrator estava carregando peixes das espécies dourado, pintado, pacu, piapara, curimbatá, piracanjuba e bagres. Segundo o homem, ele teria praticado a pesca e capturado os peixes no Paraguai, mas não apresentou nenhuma comprovação ou documentação de legalização.

Todo o pescado foi apreendido pela PMA que comprovou a irregularidade no transporte e o infrator foi multado em R$ 20.207,00. O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) deve julgar a infração após o homem apresentar a sua defesa.

Os autos da infração serão encaminhados para o Ministério Público de Dourados que deve apurar sobre possível crime de pesca e transporte de pesca predatória. Se confirmado, além da multa, o infrator deve responder por crime ambiental com pena prevista de um a três anos de prisão. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Mais notícias