Prefeitura proíbe corte de água em Campo Grande durante pandemia de coronavírus

Decreto terá duração de 60 dias, prorrogáveis enquanto durar a epidemia. Contas vencidas no período poderão ser parceladas em 36 vezes

O prefeito Marquinhos Trad vai decretar a proibição para corte do fornecimento de água em Campo Grande por 60 dias, prorrogáveis pelo tempo necessário, enquanto durar a pandemia do novo coronavírus, causador do Covid-19.

Segundo apurado pelo Jornal Midiamax, a decisão foi tomada na manhã desta quarta-feira (18) e deve medida deve constar em edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) ainda hoje.

A decisão do prefeito ainda deve proporcionar que as contas vencidas nesse período poderão ser parceladas em até 36 meses.

A medida só afeta o fornecimento d’água, uma vez que o serviço público está sob jurisdição da Agereg (Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos). Serviços como telefonia (internet) e fornecimento de energia elétrica são regulados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), respectivamente.

* Matéria alterada às 11h12 para correção de informação após publicação da edição extra.

Prefeitura proíbe corte de água em Campo Grande durante pandemia de coronavírus
Mais notícias