Comércio deve voltar a funcionar dia 7 de abril, diz Marquinhos

Segundo o prefeito de Campo Grande, o retorno deve ser de forma gradativa

O retorno das atividades econômicas de Campo Grande deve acontecer na próxima terça-feira (7), após o fim da validade de decretos de contenção do coronavírus. Segundo o prefeito Marquinhos Trad (PSD), a volta deve ser gradativa, para garantir a segurança dos campo-grandenses.

Em live nas redes sociais, nesta segunda-feira (30), o prefeito afirma que o retorno das atividades econômicas e sociais gradativamente são “para que nós possamos gradativamente devolver a nossa cidade, com protocolos de segurança de vida, todos os meios possíveis para você não perder o seu emprego e não deixar faltar comida na sua casa e na sua família”.

Para Marquinhos, o objetivo da gestão é o mesmo que dos comerciantes, empresários e funcionários. “Podem ter certeza absoluta que o nosso objetivo é igual o de todos aqueles que estão unidos por um mesmo objetivo: salvar vidas”, garante.

O prefeito da capital lembra que alguns comércios devem ser liberados do que outros mais rápidos do que outro. “Algumas profissões também, porque tem menos contato de transmissão do que outras. É assim que a gente vai escalonando o grau de segurança delas e a capacidade de cumprimento das suas obrigações”, explica.

Cuidados ao sair de casa

Ao lado de Marquinhos, o secretário da Semadur (Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana), Luiz Eduardo, explica que é preciso ter cuidado com o retorno das atividades econômicas e sociais. “É muito importante dizer que vamos precisar nos regrar. Não adianta nada o sacrifício que a gente teve, para depois ir para as ruas e usar tudo da forma que a gente usava sem a pandemia”.

Para as pessoas que precisarem sair de casa, Luiz recomenda que se planejem. “Saibam para onde vão, de que vão, se der vá sozinho, sem levar pessoas”, recomenda.

O secretário lembra ainda que toda pessoa que sair de casa, irá ser exposta. “Você tem que pensar muito bem nos seus hábitos, para que você não leve o problema para dentro de casa, porque todas as pessoas que saem, se expõe”, ressalta.

Comércio deve voltar a funcionar dia 7 de abril, diz Marquinhos
Mais notícias