Marquinhos estuda flexibilizar quarentena para comércio e construção civil no

Comerciantes se reuniram com o prefeito pedindo para "desafrouxar" medidas nos decretos municipais

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse na tarde desta quarta-feira (25), durante uma transmissão online em sua rede social, que se reuniu com comerciantes, empresários e representantes do Ministério Regional do Trabalho e Construção Civil, para tratar sobre a flexibilização dos decretos municipais durante este período de quarentena em Campo Grande, medida de enfrentamento contra o novo coronavírus (Covid-19).

Segundo o prefeito, os comerciantes pediram que o gestor estudasse formas de movimentar a economia durante este período. Marquinhos afirmou que irá seguir as recomendações do Ministério da Saúde antes de tomar decisões, pois as medidas de enfrentamento contra o vírus tem gerado resultado.

“Eles pediram um pouco de flexibilização nos decretos e a decisão é a quarentena tem prazo e fixamos um prazo na nossa cidade, de 15 dias. Nós estamos na metade da quarentena, os resultados estão dando certo, o isolamento tem feito da nossa cidade nenhum registro de morte pelo coronavírus”.

Ainda conforme ele, o setor da Construção Civil deve ter novidades amanhã (26). A previsão é que seja liberada a movimentação em obras pequenas, com menos de 20 funcionários, para não ter aglomeração, e com o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). “Temos que ter atenção com os pequenos empresários do setor”, afirmou.

O prefeito ainda ampliou o tempo de quarenta e reduziu o horário do toque de recolher na cidade, das 20h às 5h da manhã.

Mais notícias