Marquinhos diz que aulas da Reme voltam ‘quando Ministro da Saúde determinar’

Prefeito negou que haja acordo para antecipar férias de julho, como no Estado

As da Reme (Rede Municipal de Ensino) devem voltar quando o Ministro da Saúde Nelson Teich determinar, segundo informou o prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad (PSD) nesta quarta-feira (22), durante transmissão diária ao vivo com dados do novo coronavírus na cidade.

De acordo com Marquinhos, há diálogo com a SED (Secretaria Estadual de Educação), mas os calendários de aula são diferentes. “As retornam quando o Ministro da Educação determinar ou recomendar. Fora isso, é apenas especulação”, comentou.

A única declaração dada pelo novo ministro da Saúde após a demissão de Luiz Henrique Mandetta sobre o relaxamento do isolamento social recomendado pela Organização Mundial da Saúde foi feita na última segunda-feira (20).

Na ocasião, Teich disse que o relaxamento das medidas de distanciamento social adotadas para diminuir o risco de contágio pelo novo coronavírus deverá ocorrer de forma “progressiva, estruturada e planejada”. As regras de isolamento foram um dos motivos de divergência entre Bolsonaro e o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, que deixou o cargo na semana passada após semanas de desgaste.

No mesmo dia desta semana, Bolsonaro chamou o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, para uma conversa de última hora no Palácio do Planalto sobre a reabertura dos colégios militares no Distrito Federal a partir da próxima segunda-feira (27). A medida já enfrenta abaixo-assinado dos pais contra a possível decisão.

 

Marquinhos diz que aulas da Reme voltam 'quando Ministro da Saúde determinar'
Mais notícias