Mais 15 bombeiros chegam do Paraná para combater incêndios no Pantanal da Nhecolândia

Incêndios devastam regiões do Porto da Manga há cerca de 5 dias, no Pantanal.

O reforço de 15 militares do chegou, nesta quinta-feira (17), e somou na força-tarefa que está atuando nos combates de Porto da Manga, região do Pantanal de Nhecolândia, em Corumbá, a 417 quilômetros de Campo Grande.

As chamas atingem as áreas há cerca de 5 dias, e já ameaça comunidades ribeirinhas do Rio Paraguai, próximo a Estrada-Parque. De acordo com o , na terça-feira (15), o fogo chegou a 200 metros da vila, e foi combatido por brigadistas do Prevfogo/Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

Segundo o comandante do 3º Grupamento do de Corumbá, tenente-coronel Luciano Alencar, o fogo alcançou o galinheiro do local e se aproximou das residências. “Os moradores entraram em pânico, foi uma correria para apagar o fogo que estava sendo empurrado pelo vento”, relatou o pescador Delson Carneiro, antigo morador.

Ainda conforme o monitoramento, o fogo pode chegar próximo ao canal do Rio Taquari e atingir comunidades indígenas. O Ibama informou que brigadistas indígenas da tribo Kadiwéu estão dando apoio no voluntariado.

Planos de ação

Além do efetivo dos miliares do Paraná, a parceria com o estado vizinho inclui o apoio de sete caminhões-pipa, que suportam cerca de 42 mil litros de água e que devem chegar à região ainda nesta semana.

Cerca de 2,9 milhões de hectares foram destruídos pelas chamas no Pantanal, sendo 1,8 milhão apenas em , de janeiro a setembro deste ano.

Nesta semana, o Estado recebeu R$  3,8 milhões de recursos liberados pelo Governo Federal, para ampliar as ações de combate aos incêndios florestais do bioma pantaneiro.

Mais 15 bombeiros chegam do Paraná para combater incêndios no Pantanal da Nhecolândia
Mais notícias