Justiça dá 20 dias para morador ‘famoso’ por perturbar vizinhos deixar o Damha

A Justiça deu um prazo de 20 dias para o vizinho “famoso” por fazer festas e perturbar a tranquilidade de demais moradores, deixar o residencial Damha III, em Campo Grande, sob pena de multa de R$ 200 mil diários, caso descumpra a decisão. A decisão é do juiz José de Andrade Neto da 14ª Vara Cível da Capital. Ele chegou a ser preso no passado por perturbação e acabou pagando uma fiança de R$ 200 mil.

A associação dos moradores do Residencial de Luxo, Damha III, foi quem entrou com pedido de urgência de tutela antecipada para a exclusão do morador ‘famoso’, que novamente voltou a fazer festinhas no condomínio perturbando o sossego dos outros moradores, que voltaram a fazer reclamações.

O pedido de urgência foi protocolado pelos advogados da associação dos moradores após mais reclamações serem levadas ao condomínio. No dia 18 deste mês, um morador fez uma reclamação a mais uma festa promovida pelo morador, e também no dia 20 outra reclamação foi feita de música alta depois das 22 horas.

As reclamações são de música alta por mais de 10 horas seguidas. Na ação é feito o pedido de exclusão de urgência, já que o morador não sabe conviver em sociedade. Uma ex-funcionária do autor teria relatado que as festas eram constantes e sempre regadas a álcool e drogas sintéticas. Ainda segundo relatos, homens armados também já teriam sido vistos na residência do ‘famoso’ durante as festas.

 

 

 

 

 

 

Justiça dá 20 dias para morador ‘famoso’ por perturbar vizinhos deixar o Damha
Mais notícias