Jovens já correspondem a 29% dos infectados por coronavírus em MS

Percentual de pacientes infectados mais velhos diminuiu, enquanto entre mais jovens o número aumentou

No início da pandemia em , os jovens eram exceção entre os infectados por coronavírus. A maioria dos contaminados costumava ter mais de 30 anos e praticamente todos os mortos eram pacientes idosos. De lá para cá, muita coisa mudou e o coronavírus fez cada vez mais vítimas em . Entre os pacientes infectados, os jovens deixam se ser uma exceção e já correspondem a 29,5% dos casos confirmados no estado.

O Jornal Midiamax analisou dados dos boletins epidemiológicos estaduais da segunda-feira (10) e do dia 10 de maio. A diferença na faixa etária dos pacientes é perceptível. Em maio, 81,5% dos pacientes infectados tinham mais de 30 anos. Em agosto, esta população corresponde a 70,9% dos casos confirmados. 

Entre maio e agosto, crianças de 0 a 9 anos passaram de 2,2% dos infectados para 3,4%. Já a faixa etária de 20 a 29 anos passa de 13,8% para 20,4% dos casos confirmados em MS.  

Enquanto aumenta a porcentagem de infectados entre os jovens, a proporção de casos confirmados entre os mais velhos diminui. Nos meses analisados, pacientes de 30 a 39 anos deixaram de ser 31,5% do total de pacientes para se tornarem 25,6% dos infectados. 

Entre pessoas de 40 a 49 anos, a porcentagem entre maio e agosto passou de 21% para 20,6%. Entre pacientes de 50 a 59 anos, a porcentagem de infectados se manteve em 13,5%. Por fim, entre pacientes com mais de 60 anos, passam de 15,5% dos infectados para 10,8%.

Com relação às mortes, em maio eram 11 mortos pelo coronavírus em MS, sendo que apenas uma paciente tinha menos de 60 anos. Tratava-se de uma paciente de 56 anos, que era de Dourados, mas foi infectada e faleceu no estado do

Na segunda-feira (10), já foram contabilizados 523 óbitos. Os idosos ainda correspondem à maioria das mortes, 75%, mas há casos com óbito em pacientes de outras idades. Pacientes de 50 a 59 anos correspondem a 14% das mortes, pacientes de 40 a 49 anos a 8% dos óbitos e pacientes de 30 a 39 anos a 3% das mortes. 

Apesar dos casos terem aumentado entre os jovens de 20 a 29 anos, eles ainda são minoria dos mortos e correspondem a 1% dos óbitos por coronavírus. Os dados mostram a importância da colaboração dos jovens no isolamento social, já que eles ainda não minoria entre os mortos, mas ainda podem infectar os mais velhos.

Jovens já correspondem a 29% dos infectados por coronavírus em MS
Mais notícias