Jarit nega 35 recursos do Consórcio Guaicurus e mantém multas

Diogrande desta segunda trouxe 46 julgamentos de recursos do consórcio

Depois de conseguir derrubar 41 autuações de trânsito por irregularidades, o Consórcio Guaicurus, responsável pelo transporte público de Campo Grande, teve 35  recursos negados em ações por irregularidades no trânsito pela Jarit (Junta Administrativa de Recursos de Infrações de Trânsito). Em outras 8 ações, o Consórcio conseguiu decisão favorável nesta segunda-feira (26).

Foram 46 decisões publicadas no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), todas tinham o grupo  das empresas de ônibus como recorrente e a (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) como recorrida.

Diferente do resultado favorável de abril, quando o conseguiu derrubar as condenações, desta vez a maioria das decisões foram desfavoráveis e o grupo terá que arcar com as condenações. Além dos acórdãos publicados, 14 pautas serão julgadas nesta segunda-feira (26).

Dos 46 recursos, onze ao menos foram conhecidos, três conhecidos, mas improvidos, 21 tiveram a manutenção da penalidade aplicada, em três o exame do recurso prejudicados e oito foram providos e a pena afastada.

As publicações foram assinadas pelo presidente da Junta, Rodrigo Koei Marques Inouye.

Jarit nega 35 recursos do Consórcio Guaicurus e mantém multas
Mais notícias