Isolamento social: confira os 3 melhores e piores bairros de Campo Grande

Campo Grande é a segunda capital com menor índice de isolamento social durante a pandemia do coronavírus

Com o segundo pior índice de isolamento social entre as capitais do Brasil, Campo Grande tem taxas de isolamento que variam entre os bairros. Nesta quinta-feira (02), os piores e melhores índices dos bairros foram informados em transmissão oficial da Prefeitura Municipal.

Durante a transmissão, o prefeito Marquinhos Trad () lembrou que em pesquisa realizada pela gestão, “21% da população disse que não acredita no coronavírus”. Preocupado com o aumento de casos na capital, o prefeito indicou o isolamento social.

Marquinhos parabenizou o bairro da capital que mais respeita o isolamento social. “Todos os dias a gente tem monitorado, e a gente quer parabenizar aqui o pessoal da Coophafé, que 55% honrou e ficou na quarentena”.

Melhores taxas

  • Coophafé – 55% das pessoas respeitaram o isolamento social.
  • – 50% das pessoas respeitaram o isolamento social.
  • Chácara Cachoeira – 50% das pessoas respeitaram o isolamento social.

Piores taxas

Com taxas entre 21% e 24% de pessoas que respeitaram o isolamento social, o prefeito citou os bairros:

  • Santa Felicidade
  • Mata do Segredo 
  • José Abrão

Assim, o prefeito afirmou que a baixa adesão ao isolamento “é triste, porque cada vez que uma pessoa é testada positivo, ela tem possibilidade de usar uma vaga na (Unidade de Terapia Intensiva)”. Entretanto, Marquinhos lembrou que nem todas as que testam positivo precisam de internação.

Então, esclareceu que em Campo Grande 2.612 foram testadas positivas e 80 estão internadas em leitos. Por fim, o prefeito ressaltou que “para você evitar a , fique em casa”.

Isolamento social: confira os 3 melhores e piores bairros de Campo Grande
Mais notícias