Idosos esperam até 3 horas para início de vacinação em farmácias que ainda têm estoque

Na quarta-feira, um paciente de 81 anos teve mal súbito e morreu após ser vacinado em Campo Grande

As 44,6 mil doses de vacina contra a gripe disponibilizadas para Campo Grande acabaram, mas algumas farmácias ainda têm unidades disponíveis para imunizar idosos e profissionais de saúde. Na esperança de serem vacinados logo, idosos chegam a esperar na fila por até três horas na Capital. Na quarta-feira (25), um idoso morreu ao ter um mal súbito após se vacinar.

O Jornal Midiamax percorreu algumas farmácias na manhã desta quinta-feira (26) e os idosos ‘madrugaram’ nas filas. Eles chegam por volta das 5 horas da madrugada e a vacinação nas farmácias só começa às 8 horas. 

Nas farmácias visitadas, ainda havia doses para vacinar os pacientes, ao menos no período da manhã. Os idosos contam que resolveram fazer fila porque já haviam visto um aviso na porta das drogarias, com a informação sobre a quantidade de doses disponíveis.

Na quarta-feira (25), um idoso de 81 anos teve um mal súbito e morreu logo após ser vacinado em unidade de saúde no bairro Jockey Club. De acordo com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), o idoso tomou a vacina na unidade e teve um mal súbito no momento em que ia embora, ao atravessar a rua. Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória e foi atendido por funcionários da unidade.

Para os idosos que aguardam a vacinação, há um medo do coronavírus, não da dose. Eles se sentem inseguros ao ficarem expostos na fila enquanto esperam, já que ficam próximos uns dos outros. Entretanto, afirmam que são vacinados todos os anos e, por medo da pandemia, resolveram ser imunizados logo no início da campanha. 

Mas, afinal, como saber qual unidade ou farmácia ainda tem vacinas disponíveis? A recomendação da Sesau é que os idosos liguem os locais e perguntem antes de sair de casa. A Sesau ainda explica que não indica quais unidades ou farmácias têm vacinas para não gerar uma procura desenfreada nestes locais e também porque o cenário pode mudar a qualquer momento.

“O  estoque da vacina já foi todo distribuído. Em alguns locais já acabou e outros têm uma quantidade mínima. A orientação é para que os idosos, em especial, esperem a chegada das novas remessas na próxima semana. Ou ligue no estabelecimento ou unidade mais próxima para se informar se tem ou não antes de sair de casa”, diz a secretaria.

Mais notícias