Cotidiano

HR será primeiro hospital receber acadêmicos para combate de coronavírus, informa SES

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) e a Escola de Saúde Pública divulgaram neste domingo (10), durante live do Governo de Mato Grosso do Sul, que o Hospital Regional deverá receber apoio de alunos da área da saúde da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) para ações de combate ao coronavírus (Covid-19). Conforme […]

Karina Campos Publicado em 10/05/2020, às 12h11 - Atualizado às 12h28

Foto: Saul Schramm/Subcom
Foto: Saul Schramm/Subcom - Foto: Saul Schramm/Subcom

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) e a Escola de Saúde Pública divulgaram neste domingo (10), durante live do Governo de Mato Grosso do Sul, que o Hospital Regional deverá receber apoio de alunos da área da saúde da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) para ações de combate ao coronavírus (Covid-19).

Conforme o diretor Escola de Saúde Pública, André Vinicius Batista de Assis, o projeto foi criado pelo Ministério da Saúde, o Brasil Conta Comigo. A normativa com acordos de recuperação técnica já foram assinados e agora aguardam a adesão de acadêmicos de alunos de medicina, enfermagem, fisioterapia e farmácia no 5° e último semestre.

“Estamos com o termo assinado. O programa é por adesão. Os acadêmicos cumprirão estágios com carga compatível a graduação, por exemplo, na área da medicina em saúde coletiva, pediatria e clínica médica. É importante ressaltar que esse é um programa aberto para os municípios, mas precisam se cadastrar, iremos encaminhar a solicitação”.

Os estágios serão de 20 a 40 horas semanais, bonificação, que incluem o recebimento de uma bolsa, enquanto durar a medida, de acordo com a carga horária do estágio que vão de R$ 522,50 a R$ 1.045. Além de receber 10% pontuação no ingresso em programa de residência, certificado de participação.

Os alunos podem se cadastrar via internet. Ao ser chamado, por meio de correspondência eletrônica, o aluno deverá se apresentar em até 48h no estabelecimento de saúde indicado. Os estudantes também poderão atuar nas áreas de clínica médica, pediatria e saúde coletiva, de acordo com as especificidades de cada curso. Clique aqui para acessar a ficha.

Jornal Midiamax