Governo do Estado apresenta proposta para redução da tarifa social na energia elétrica e saneamento básico

Alguns municípios atendidos pela Sanesul terão redução na tarifa social

O secretário da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, afirmou na tarde desta quarta-feira (25), durante transmissão ao vivo pela rede social, que o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) apresentou uma proposta de redução da tarifa social na energia elétrica e saneamento básico ao presidente da República Jair Bolsonaro (Sem Partido), para auxiliar famílias carentes durante período de quarentena e enfrentamento do coronavírus (Covid-19).

Conforme o secretário, Azambuja apresentou em pauta a redução ou o não pagamento da tarifa social, mas por ora, a medida aguarda um posicionamento do Ministério de Minas e Energia, e da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), porém, já definiu com a Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), que o Estado irá arcar com os custos da tarifa social por três meses.

“O governador já definiu em relação com a Sanesul, que irá bancar a tarifa social daqueles que são consumidores de água dos municípios atendidos pela Sanesul, isso não inclui Campo Grande e outros que tem serviço autônomo”, explica.

Mais notícias