Governo de MS confirma volta às aulas em 2021 com kit de máscaras e turmas separadas

Um dos principais objetivos da Secretaria de Educação será recuperar a aprendizagem dos alunos

O Governo Estadual confirmou durante live nesta segunda-feira (23) que as aulas presenciais nas escolas estaduais serão retomadas em 2021. Ainda sem uma data específica, o Estado já trabalha na implantação dos protocolos de segurança, que envolve desde a turmas separadas a entrega de kits de máscaras aos alunos.

Conforme a secretaria da SED (Secretaria Estadual de Educação), Maria Cecília Amendola, a comissão criada para desenvolver o plano de segurança para o retorno presencial das aulas foi concluído e um dos objetivos será recuperar a aprendizagem dos estudantes.

“Na primeira semana de aula, praticamente não teremos aula. Será uma semana de conversas. Vamos trabalhar para que os professores, alunos e funcionários tenham segurança para retornar presencialmente às escolas”, disse a secretária.

Será ampliado também o número de escolas de ensino integral, que passará de 64 para 94 escolas. A secretária disse que em breve será divulgada informações sobre as matrículas para o próximo ano.

Confira algumas das medidas de biossegurança que serão adotadas nas escolas estaduais:

  • Dividir as turmas e manter distanciamento de 1,5 metros;
  • Higienizar os banheiros e cozinhas a cada 2 horas;
  • Higienizar as mãos e calçados dos alunos quando chegarem na escola;
  • Aferir as temperaturas;
  • Uso obrigatório e EPI;
  • Horários distintos de entrada e saída;
  • Os bebedouros serão apenas para encher garrafas individuais;
  • Evitar o uso de acessórios, como anéis, brincos e colares;
  • Dispenses com pedal serão instalados nas escolas para a aplicação de álcool em gel, dentre outros;

A SED explicou que as escolas estarão em constante diálogo com os pais para que todas as informações sejam passadas. O aluno que estiver sintomático ao coronavírus deverá ser encaminhado imediatamente a uma unidade de saúde e só voltarão às salas de aula após o período de isolamento.

O governador () destacou o trabalho desenvolvido e disse que o governo segue acompanhando as descobertas da ciência diante da pandemia e também a situação em outros países.

“Os países europeus estão falando para as pessoas ficarem em casa para que as crianças possam ir para a escola. Vai chegar um momento em que teremos que incentivar a volta dos alunos”, disse.

Sobre a vacina em teste no país, inclusive em MS, Reinaldo disse que independente do país de origem, se for causar imunidade à , é de confiança para ser aplicada nos moradores. “Não interessa de que país venha, mas qualquer vacina que for aprovada pelos órgãos do brasil, é válida”, afirmou.

O ainda deverá publicar decreto detalhando as medidas do protocolo de segurança para o retorno das aulas em 2021.

Governo de MS confirma volta às aulas em 2021 com kit de máscaras e turmas separadas
Mais notícias