Funcionários da Cândido Mariano temem surto de coronavírus por falta de testagem

Maternidade afirma que 4 foram infectados e que segue todos os protocolos de segurança

Funcionários da procuraram a reportagem do Jornal Midiamax para relatar preocupação de possível surto de casos de coronavírus, causador da Covid-19, na unidade.

Conforme as denúncias, havia vários trabalhadores com a doença, mas nenhum deles havia sido afastado. Isso poderia causar transmissão em massa na maternidade.

Diante da situação exposta, os funcionários pedem a testagem em massa para identificar os possíveis casos positivos. Além disso, esses trabalhadores alegam que o marido de uma funcionária veio a óbito em decorrência do coronavírus.

Em nota, a maternidade informou que, desde o início da pandemia, apenas quatro funcionários haviam sido contaminados com Covid-19. Destes, três já estão recuperados e retornaram ao trabalho. O outro permanece em isolamento.

Em relação aos testes, a assessoria informou que são feitos dentro dos critérios estabelecidos pela (Agência Nacional de ) e demais órgãos de saúde. E todos os colaboradores que se enquadrarem nesses quesitos serão testados.

Ainda conforme a Cândido Mariano, a funcionária que perdeu o marido vítima da Covid-19 ficou afastada tanto do trabalho na maternidade quanto do próprio parceiro, que estava internado no Hospital Proncor.

A nota destaca ainda que o setor de segurança em medicina do trabalho do hospital possui controle do fluxo de condução dos casos. Também que são feitas aferições de temperatura em todos os funcionários na entrada e saída dos plantões.

Funcionários da Cândido Mariano temem surto de coronavírus por falta de testagem
Mais notícias