Fumaça reduz visibilidade e prejudica combate aéreo contra incêndios no Pantanal

Voo que partiria de Corumbá foi cancelado devido a baixa visibilidade

No início da manhã deste domingo (15), o Corpo de Bombeiros de Corumbá tentou fazer um novo combate aéreo contra os incêndios que estão tomando conta do Pantanal. Entretanto, enfrentaram uma forte fumaça nos céus que prejudicaram a visibilidade e forçaram os militares a retornarem ao aeroporto.

Desta forma, os Bombeiros fizeram uma nova distribuição das equipes que devem trabalhar todo o dia em uma área próxima ao rabicho e chácaras, conhecida como 72 no município de Ladário, região que ainda concentra focos de incêndio.

Além das equipes do Corpo de Bombeiros de Corumbá, Aquidauana, Jardim e Maracaju, equipes da PMMS e da Marinha do Brasil auxiliam via área e fluvial.

O Aeroporto Internacional de Corumbá está funcionando com instrumentos durante este domingo. Um voo da companhia aérea ‘Azul’ foi cancelado devido a densa camada de nuvens de fumaça que ser formaram no início da manhã, de acordo com o Diário Corumbaense.

Queimadas

Segundo dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), a região do Pantanal possui 337 focos ativos que foram detectados pelo satélite. Nas últimas 48 horas, Corumbá registrou 43 focos de incêndio.

Mais notícias