‘Fio egípcio’: mulher alerta sobre travesseiro falso vendido por caminhão em Campo Grande

Outras pessoas afirmaram terem encontrado restos de fralda e até de absorvente

Uma moradora de Campo Grande pensou que teria ótimas noites de sono após o marido comprar dois travesseiros de ‘fio egípcio’ na última semana. No entanto, só ganhou dor de cabeça ao abrir o produto e se deparar com restos de várias quinquilharias, menos do fio egípcio. O caso foi denunciado nesta quarta-feira (23) no grupo do Facebook “Aonde não ir em Campo Grande”.

Na propaganda, o travesseiro é descrito como “fio egípcio espetacular”, “500 fios egípcio”, também promete ação contra alergia, ácaros, mofos, lavável em máquina e ainda não retém umidade. O preço? uma pechinha! de R$ 120 por apenas R$ 30 e ainda com dois anos de garantia.

'Fio egípcio': mulher alerta sobre travesseiro falso vendido por caminhão em Campo Grande
Mulher encontrou restos de vários produtos no travesseiro. Imagem: Reprodução / Aonde não ir em Campo Grande

“Meu esposo caiu nessa. Há quase uma semana tinha um caminhão no bairro Cabreúva, pagou 30 reais. Ele vai e ainda compra 2”, afirmou a mulher no grupo da rede social. “Fui pegar e na hora rinite já atacou, peso estranho e espetando”, suspeitou a mulher.

Já nesta quarta-feira (23), ela decidiu abrir o travesseiro e teve uma surpresa. “Eis o que é fibra que é bom nada. Tinha resto de seca poço com embalagem alheia. Fica o alerta”, denunciou.

A publicação rendeu comentários e diversas outras denúncias de quem comprou o produto. “Uma vez passaram vendendo uns no meu bairro que era com resto de fraldas e absorvente (sic)”, comentou uma participante do grupo.

Outra jovem relata que o caminhão passou no bairro Panamá. “Um cara num carro Uno branco passou aqui no Panamá no sábado de manhã oferecendo esse mesmo travesseiro… abordando as pessoas na rua… ainda bem que não caímos (sic)”, relatou.

Em uma empresa, o caminhão chegou a vender cerca de 30, de acordo com um dos comentários. “Eu paguei 100 e comprei 4 kkkkkk onde trabalho ele vendeu pelo menos uns 30. Rir p não chorar (sic)”.

'Fio egípcio': mulher alerta sobre travesseiro falso vendido por caminhão em Campo Grande
Mais notícias