Famílias de alunos da Reme devem esperar contato para buscar kits de alimentos em escolas

Durante live, prefeito Marquinhos Trad explicou como funcionará a distribuição de alimentos durante suspensão de aulas com pandemia de coronavírus

Durante live na tarde desta segunda-feira (23), o prefeito Marquinhos Trad (PSD) deu detalhes sobre como será feita a entrega dos kits alimentares para estudantes das escolas municipais e Emeis, que tiveram aulas suspensas em meio às ações de contenção do novo coronavírus (Covid-19). Foi feito apelo para que as famílias não façam filas nas unidades, uma vez que a entrega acontecerá com data e hora marcados.

Durante o dia, foram entregues kits de alimentos em 12 unidades a Reme (Rede Municipal de Ensino). Os conjuntos de alimentos foram deixados com os gestores de cada unidade que, por sua vez, vão contatar pais ou responsáveis para agendar o horário de entrega.

A medida foi tomada de forma a evitar aglomerações ou filas nas escolas. “Pedimos às famílias que não vão às unidades, não façam filas quilométricas. A escola entrará em contato para fazer a distribuição. Temos uma grande quantidade de kits e não vamos conseguir fazer a entrega em um único dia”, destacou-se durante a live.

A distribuição seguirá como critério básico a inscrição das famílias no Bolsa Família. “Todas as mãezinhas com filhos estudando em escolas municipais, inscritas ou inseridas no Bolsa Família, é só aguardar a ligação da diretora”, disse Marquinhos.

A entrega será centralizada no caso de famílias com mais de uma matrícula na Reme. Nos casos em que há crianças nas escolas e Emeis, a entrega acontecerá nas escolas municipais para todas as crianças. “No ato de retirada, haverá um documento no qual se põe o nome das crianças que estarão recebendo, então, não precisa ir nas Emeis”.

Famílias de alunos da Reme devem esperar contato para buscar kits de alimentos em escolas
Mais notícias