Famílias da Favela do Linhão começam ganhar lotes em nova área regularizada da Capital

Cerca de 100 famílias moravam na região há mais de 7 anos, em uma área privada.

Começou na manhã desta terça-feira (2) a remarcação de lotes, no Jardim Noroeste, em Campo Grande, para receber as famílias que moravam na Favela do Linhão, após a reintegração de posse da Energisa. A nova área regularizada, deve ser ocupada pelas 100 famílias que moravam ao longo da Avenida Marechal Mallet por mais de 7 anos.  

A AMHASF (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários), esteve no local para cadastrar os moradores para iniciar o processo de reassentamento. Além de morar embaixo de uma rede de alta tensão, os moradores passavam por perigo e situação de vulnerabilidade, alguns moradores tinham apenas arroz para comer.  

Inicialmente, 41 famílias deverão ocupar imediatamente o local. Segundo a prefeitura municipal, os novos moradores já visitaram o loteamento. “A quadra 1 já está apta a receber construções, limpa e demarcada com placas que indicam os números dos lotes e seus respectivos titulares. Conforme informou a Diretoria de Assuntos Fundiários da AMHASF, as duas outras quadras deverão ser limpas e preparadas pela Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) para o reassentamento das demais famílias até a próxima semana”. 

 Equipes da Águas Guariroba e Energisa estão estudando a estrutura para implantação de abastecimento de água e fornecimento de energia elétrica.  

Famílias da Favela do Linhão começam ganhar lotes em nova área regularizada da Capital
Mais notícias