Entenda como uma ‘revisão’ do IBGE mudou o mapa de 78 dos 79 municípios de MS

Douradina continua a menor cidade de MS e Corumbá é a maior, mas dados de área e limite foram atualizados

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) publicou três estudos que atualizam os dados geográficos de estados e municípios brasileiros. De 79 municípios de Mato Grosso do Sul, 78 passaram por mudanças em área e limite.

O valor da extensão territorial de Mato Grosso do Sul continua de 357.145 km², conforme dados divulgados pelo IBGE. O maior dos estados continua sendo o Amazonas, com 1.559.146,889 km², superando a soma dos territórios das regiões Sul e Sudeste. Mato Grosso do Sul fica em 6º lugar no ranking. O estado de menor extensão territorial é Sergipe, com 21.925,424 km². E o Distrito Federal apresenta área de 5.760,783 km².

O menor município de Mato Grosso do Sul em área é Douradina, com 280 km². O mais extenso continua sendo Corumbá, com 64.438 km². Campo Grande, tem 8.082 km², sendo que em 2018, a área era de 8.092 km², ou seja, o território da Capital diminuiu. Dourados tem 4.06 km²; Três Lagoas em 10.217 km² e Ponta Porã tem 5.369 km².

O estudo do IBGE ainda atualizou os mapas dos municípios brasileiros que sofreram mudança de área ou de limite entre 2018 e 2019. Dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, 78 passaram por alteração. O Instituto aponta que essas alterações têm impacto na quantidade de habitantes desses locais, já que as mudanças fazem com que algumas regiões, e consequentemente seus moradores, passem a integrar municípios vizinhos.

Entenda como uma 'revisão' do IBGE mudou o mapa de 78 dos 79 municípios de MS
Mais notícias