Empresário é multado em R$ 10 mil por degradar área protegida em MS

No local seria construído um ancoradouro de barcos

Um empresário de 55 anos, que não teve a identidade revelado, foi multado em R$ 10 mil por degradar uma APP (Área de Preservação Permanente) em seu rancho na cidade de Paranaíba, distante 407 quilômetros de Campo Grande.

Equipes PMA (Polícia Militar Ambiental) de Aparecida do Taboado realizavam uma fiscalização na área rural do município vizinho na tarde desta segunda-feira (18) quando o proprietário do rancho foi autuado.

Com uso de máquinas o empresário aterrou 0,64 hectares de área remanescente e em reconstituição de matas ciliares do rio Barreiro, sem autorização ambiental para que fosse construído um ancoradouro de barcos.

As atividades foram interditadas. O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 10 mil, além de ser encaminhado para Delegacia de Polícia Civil de Paranaíba.

Ele também vai responder por crime ambiental com pena de um a três anos de prisão e deve apresentar um PRAD (Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada) junto ao órgão ambiental.

Empresário é multado em R$ 10 mil por degradar área protegida em MS
Mais notícias