Em plano de biossegurança, UFMS determina regras para volta das atividades

Ainda não há data para volta de aulas presenciais, mas alguns locais só devem voltar a abrir em agosto

Em plano de biossegurança aprovado nesta quarta-feira (29), a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) determinou regras para as voltas das atividades presenciais na universidades. As aulas foram suspensas no mês passado em razão da pandemia do novo coronavírus.

No documento, o comitê emergencial criado para acompanhar a evolução da doença e as atividades na universidade ressalta que a orientação segue a de atividades online. Não há definição de quando as aulas presenciais serão retomadas.

Em relação aos eventos promovidos por todos os campi da universidade, o plano prevê que se for possível, os eventos sejam adiados para 2021. Em relação às atividades administrativas, há determinações com relação a lotação dos espaços, que vai de 30% a 70% da ocupação total.

O documento sugere, ainda, que cada unidade da universidade organize o retorno das atividades, seguindo todos as determinações do plano de biossegurança. A quantidade de casos em cada região deve ser utilizada para determinar as datas de volta dos trabalhos.

Segundo o definido pelo comitê, é provável que as dependências o estádio Morenão, o Glauce Rocha e o Restaurante Universitário só sejam reabertos em agosto. As bibliotecas devem retomar em junho, por exemplo.

Confira neste link os detalhes sobre o plano de biossegurança: RESOLUCAO (CD) n 37, de 29-04-2020.

Em plano de biossegurança, UFMS determina regras para volta das atividades
Mais notícias