Em MS, 243 funcionários de frigoríficos já testaram positivo para novo coronavírus

Casos são monitorados pelo MPT, que exigiu medidas de segurança nas empresas

Em , 243 trabalhadores de frigoríficos foram diagnosticados com , segundo dados do Ministério Público do Trabalho (). Os casos foram registrados nos municípios de Dourados, Guia Lopes da Laguna e Bonito.

Conforme o MPT, a unidade com maior número de casos é o Frigorífico Brasil Global Agroindustrial Ltda., em Guia Lopes da Laguna, com 109 contaminados. Em seguida, está a Seara Alimentos (JBS), em Dourados, com 96 trabalhadores com diagnóstico positivo para a doença. Ainda na segunda maior cidade de MS, a BRF S.A tem 8 funcionários com coronavírus. Já a Frigorífico Franca Comércio de Alimentos Ltda., em Bonito, apresentou 30 registros de infectados.

Para conter o avanço da disseminação da doença, o MPT emitiu uma série de recomendações a 42 empresas do setor em todo o Estado. Entre as medidas estão o distanciamento de 1,8 metro entre funcionários, desinfecção de superfícies e instalação de filtros para garantir a renovação do ar.

Segundo o vice-presidente  do Sindicato das Indústrias de Frios e Carnes e Derivados de , Sérgio Capucci, todas as unidades estão seguindo as recomendações. “Existe uma equipe para segurança do trabalho, uma de controle de qualidade e, agora, criou-se uma equipe para monitorar as medidas de segurança contra o coronavírus”, informou.

Alerta

Por serem empresas que empregam grande número de pessoas, os frigoríficos estão na mira das autoridades. Em Bonito, por exemplo, segundo a secretária municipal de saúde, Lívia Maria Silva Oliveira, todos os casos da doença no município estão restritos aos registrados no frigorífico. “O município não tem nenhum caso de transmissão comunitária ou decorrente de outra origem. Nós já fizemos o rastreamento de todas as novas famílias, que também estão sendo submetidas a testes e até o momento, todos deram negativo”, disse.

Já em Dourados, terceiro município com maior número de casos no Estado – 180 – a preocupação é com a Reserva Indígena “Francisco Horta Barbosa” em que uma moradora trabalha no frigorífico da Seara testou positivo para o coronavírus e espalhou a doença para outros indígenas.

Guia Lopes da Laguna é segundo município em número de casos –são 199 até esta terça-feira (26). O vírus chegou na cidade no fim de abril, quando um motorista teve contato com 2 colaboradores do frigorífico. Dias depois, um deles testou positivo.

Em MS, 243 funcionários de frigoríficos já testaram positivo para novo coronavírus
Mais notícias