Em MS, 207 mil com renda familiar menor que R$ 228 receberam auxílio de R$ 600 em maio

Pesquisa dividiu dados em faixas de rendimentos per capita no Estado

A PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) do (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostrou que em Mato Grosso do Sul, aproximadamente 207.686 pessoas com renda familiar menor que R$ 228,24 receberam o auxílio emergencial de .

Segundo o instituto, os resultados divulgados se referem às faixas de rendimento per capita por estado e o estudo mostra a desigualdade dos valores das faixas e das percentagens atingidas pelo programa conforme os domicílios.

A pesquisa focou na renda per capita das famílias para entender quais faixas de renda foram beneficiadas e em quais proporções. Vale destacar que a renda per capita é o valor total da renda bruta de uma casa dividida pelo número de moradores.

Dos 2.734.583 moradores de , aproximadamente 1.101.405 pessoas receberam o auxílio emergencial, até maio, configurando 40,3% da população. O valor é inferior ao nacional que é de 44,7%.

O total foi divido em faixas formadas por cerca de 1/10 da população. A primeira faixa mostra o valor máximo de ganhos dos 10% mais pobres de , tendo ficado em R$ 228,24 a renda familiar.

Com isso, a pesquisa apontou que das 272.807 pessoas de que tinham renda per capita estimada em menos de R$ 228,24, apenas 207.686 receberam o auxílio, ou seja, 76,1%. O valor nacional para a faixa é de R$ de 56,62, com 76,0% de cobertura na primeira faixa.

Já na faixa de rendimentos entre R$ 228,25 e R$ 364,23, no Estado são 271.893 pessoas e 186.447 receberam o benefício em maio, 68,6%. O número nacional da renda máxima ficou em R$ 233,18, com 81,1% das pessoas tendo acesso ao auxílio.

Nas faixas de maior renda de R$ 999,76, à R$ 2.338,22, os beneficiados podem ter recebido eventualmente o auxílio devido ao caráter flutuante de seus rendimentos, da mesma forma que ocorre com os trabalhadores por conta própria, segundo o .

Já na última faixa com 273.956 pessoas no Estado, 12.750 receberam o auxílio emergencial. O número nacional envolve as pessoas que receberam acima de R$ 2.275,13. No Brasil, 5,9% destas pessoas tiveram acesso ao programa.

Em MS, 207 mil com renda familiar menor que R$ 228 receberam auxílio de R$ 600 em maio
Mais notícias