Em coxim, comerciante é multado em R$ 10 mil por obra ilegal às margens do Rio Taquari

Policia Militar Ambiental também autuou uma construção vizinha, que estava a 76 metros do rio

Na tarde da última terça-feira(15), a (Policia Militar Ambiental)  de Coxim, autuou um comerciante em R$ 10.000,00 pela construção ilegal de um sobrado, em uma APP (Área de Preservação Permanente).  A obra já havia sido embargada em 2018, quando ainda estava em fase inicial. Durante a fiscalização, os policiais identificaram outro infrator, que também desmatou uma área de mata ciliar, as margens do , segundo informações do site Coxim Agora.

No local, próximo ao Centro de Tradições Nordestinas do município, a equipe identificou o estágio avançado de construção do sobrado, que mesmo embargado em 2018, estava em fase de acabamento e com nova destruição da mata ciliar.

As atividades foram interditadas novamente e o proprietário, um comerciante de 48 anos, morador de Coxim, foi autuado administrativamente e multado em R$ 10 mil pelo descumprimento de embargo.

Durante a vistoria, os policias identificaram irregularidades em uma obra vizinha, medindo 58 m² e sem autorização ambiental. A construção de alvenaria estava a 76 metros do rio, quando o mínimo exigido, é de 100 metro de área de preservação permanente. A obra foi embargada, o proprietário de 58 anos, residente em Coxim, foi autuado administrativamente e  multado em R$ 5.000,00.

Ambos os infratores responderão por crime ambiental, com previsão de pena de um a três anos de detenção. Os autuados ainda foram notificados a apresentar junto ao órgão ambiental estadual um PRADA (Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada)

 

Em coxim, comerciante é multado em R$ 10 mil por obra ilegal às margens do Rio Taquari
Mais notícias