Em 9 meses, mais de 8 mil pessoas foram flagradas dirigindo sem habilitação em MS

Números são significativos e, de acordo com o Detran-MS, representa o descaso com as leis de trânsito

Mais de oito mil pessoas foram autuadas após serem flagradas dirigindo sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) em , conforme dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito). Os números são referentes aos meses de janeiro a setembro deste ano.

De acordo com o (Código de Trânsito Brasileiro), dirigir sem CNH configura infração gravíssima com multa de R$ 880,41, que será direcionada ao proprietário do veículo. Quem for pego conduzindo nessas condições está sujeito a retenção do veículo até que seja apresentado um condutor habilitado no local do flagrante.

Para a diretora de Educação para o Trânsito do , Elijane Coelho o processo de aprendizagem para habilitação vai além de conhecer leis e regras. “O aluno desenvolve habilidades necessárias para uma condução segura, como habilidades motoras para o comando do veículo em si, e até mesmo habilidades de convívio social, para o compartilhamento adequado dos espaços no trânsito”.

Somente no mês de setembro, agentes de fiscalização de trânsito do Departamento registraram 376 autos de infração. Destes, 32 motoristas foram flagrados conduzindo veículo automotor sem habilitação.

Os números são significativos e, de acordo com o diretor-presidente do , Rudel Trindade, representa o descaso com as leis de trânsito. “Passar pelas aulas de autoescolas, pelos testes e exames, todo esse processo é importante para que tenhamos, nas ruas, motoristas conscientes e preparados. Acidentes envolvendo motoristas não habilitados são comuns e isso demonstra o despreparo de quem assume o volante mesmo sem a possuir a CNH”, pontuou Rudel.

Em 9 meses, mais de 8 mil pessoas foram flagradas dirigindo sem habilitação em MS
Mais notícias