Efeito naja: Cras recebe 7 cobras e 5 tarântulas criadas ilegalmente em MS

Se criador entregar animal voluntariamente, fica livre de qualquer punição

Depois que um acidente com uma naja em Brasília revelou um esquema de de tráfico de animais e desencadeou uma operação da Polícia Federal, criadores passaram a entregar os animais em Mato Grosso do Sul. Pessoas que criavam animais silvestres em casa sem autorização ambiental procuraram o Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) para entregá-los voluntariamente. 

Em pouco mais de uma semana, o Cras recebeu sete serpentes e cinco tarântulas, que passaram por exames clínicos e foram encaminhadas ao Biotério da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco). Capturar, traficar, vender e criar animais silvestres, sejam eles nativos da fauna local ou exóticos, é crime ambiental. 

A coordenadora do Cras, médica veterinária Aline Duarte, ressalta que o infrator pode ser preso e obrigado a pagar multas pesadas. No caso do jovem que criava a naja, a multa foi de R$ 78 mil e ele responde a processos por diversos crimes. No entanto, se a pessoa procurar voluntariamente um órgão ambiental e fizer a entrega do animal, fica livre de qualquer punição.

Das serpentes entregues por criadores ao Cras, cinco eram da espécie Corn Snake, a “-do-milho”, encontrada na fauna norte-americana. Muito cobiçada pelos traficantes de animais por ser colorida e não peçonhenta. Outras duas eram Píton, também sem veneno e coloridas. 

Aline Duarte explica que o biotério da UCDB é o melhor equipado da Capital, por isso recebe todos os animais dessas espécies que são entregues ao Cras. 

Como entregar os animais? 

Criadores podem fazer a entrega voluntária dos animais no Cras, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. O Cras é um hospital veterinário vinculado ao Imasul (Instituto de de Mato Grosso do Sul) e está localizado entre o e o Parque Estadual do Prosa. O acesso é no final da rua Mato Grosso, na rotatória que dá acesso ao Parque dos Poderes.

É possível conseguir autorização ambiental para criar animais silvestres, cumprindo algumas exigências. Confira as orientações.

(informações da Semagro)

Efeito naja: Cras recebe 7 cobras e 5 tarântulas criadas ilegalmente em MS
Mais notícias