Durante reunião, indígenas ocupam gabinete do coordenador da Funai em Campo Grande

Eles protestam contra exoneração de coordenador de Bonito

Índios kadiwéu de aldeia localizada em Bonito, que desde a manhã desta segunda-feira (16) estão em Campo Grande, ocuparam o gabinete do coordenador regional da Funai (Fundação Nacional do Índio) na Capital, José Magalhães Filho. O protesto se dá contra exoneração de Miguel Jordão, no início do mês, que atuava na coordenação em Bonito.

Liderança indígena da região, Etelvino de Almeida disse ao Jornal Midiamax que a exoneração se deu sem consultar os indígenas, situação que infringiria o previsto em legislação. “A comunidade não foi consultada, não houve convenção, não houve nada”, diz o professor.

Grupo de cerca de 25 indígenas da região de Bonito viajou até Campo Grande para audiência com o coordenador Magalhães, com objetivo de reverter a exoneração.

Durante a reunião os ânimos se exaltaram e os indígenas retiraram Magalhães no gabinete e ocuparam o espaço. Segundo Etelvino, o coordenador só poderá voltar ao gabinete quando aceitar rever a exoneração de Jordão.

Durante reunião, indígenas ocupam gabinete do coordenador da Funai em Campo Grande
Mais notícias