Duas novas mortes são confirmadas por dengue; notificações sobem para 6,1 mil em MS

Óbitos aconteceram em Nova Andradina e Pedro Gomes

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) confirmou duas novas mortes por dengue em Mato Grosso do Sul em nova atualização do boletim epidemiológico. Em uma semana, o número subiu de 4 para 6, assim como as que praticamente dobraram elevando de 3.195 para 6.126.

A nova vítima é Célia Alves, de 52 anos moradora de Nova Andradina e que foi confirmada nesta terça (28) pela Vigilância Epidemiológica da cidade. A segunda vítima, ainda não identificada, foi um idoso de 85 anos que morreu na última quarta-feira (22) e que possuía diabetes e hipertensão como comorbidades.

Das 6.126 registradas pela secretária de saúde, cerca de 1.344 casos foram confirmados. Campo Grande segue liderando com 359 casos, seguidos de Caracol e Três Lagoas com 88 casos confirmados, respectivamente.

A capital sul-mato-grossense também segue liderando o ranking de casos notificados segundo o boletim. A atualização traz que são 943 já registradas, seguidas por 881 em Corumbá.

Mortes por dengue

As outras mortes foram de um homem, de 30 anos que veio a óbito no dia 12 de janeiro em Campo Grande. A primeira morte pela doença foi registrada em Corumbá, onde um homem, de 29 anos faleceu no dia 9 de janeiro.

Em Sete Quedas, um adolescente de 17 anos morreu no dia 10 de janeiro e foi a terceira vítima da doença. A quarta vítima, confirmada há uma semana, foi uma mulher, de 67 anos e residente de Cassilândia, que foi a óbito no dia 15 de janeiro por dengue hemorrágica.

Duas novas mortes são confirmadas por dengue; notificações sobem para 6,1 mil em MS
Mais notícias