Da volta às aulas a festas com 50% da capacidade, Naviraí flexibiliza regras

Decreto foi assinado no 21 de Setembro de 2020, alterando normas de biossegurança

Situada a 358 km da Capital, a Prefeitura Municipal de Naviraí divulgou através de decreto, assinado no dia 21 de setembro de 2020, novas diretrizes sobre o retorno das aulas na rede privada de ensino, e eventos. Entre elas, a volta das aulas da educação infantil e berçário a partir do dia 28 de setembro e festas com até 50% da capacidade.

A partir da próxima segunda-feira (28), as aulas na rede particular de ensino, para educação Infantil e berçário, devem ocorrer com 30% da capacidade máxima das salas de aula, com todas a medidas de prevenção, segundo site Naviraí Notícias.

Para o ensino fundamental, médio e superior as atividades presencias permanecem suspensas. No caso das intuições de ensino de língua estrangeira e atividades extracurricular, como reforço escolar, fica autorizado o funcionamento.

No decreto, o texto também discorre sobre a realização de festas e eventos. Elas devem ter duração máxima de 05 horas e respeitar o limite de 50% da capacidade total de pessoas no local.

Além das medias de segurança como álcool em gel e aferição de temperatura, os convidados, colaboradores, contratados e demais pessoas participantes devem morar no município e utilizar máscara durante a realização do evento.

Dentre as alterações, fica permitido a apresentação de música ao vivo, na modalidade voz e violão, limitada a apresentação de duplas. O funcionamento de pista de , bar de drinks, self-service, brinquedotecas, playgrounds, espaços kids e similares continuam proibidos. O horário do toque de recolher segue em vigência.

Como justificativa, o prefeito de Naviraí discorreu sobre a publicação do Decreto de nº 92 “A decisão do Comitê de Gerenciamento de Crise para Enfrentamento da Emergência de de Importância Internacional decorrente do (novo coronavírus) no âmbito do município” disse ele.

Da volta às aulas a festas com 50% da capacidade, Naviraí flexibiliza regras
Mais notícias