Devido ao coronavírus, processo da primeira habilitação é extendido por seis meses

A prorrogação vale para condutores que iniciaram o processo em março de 2019

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) extendeu por seis meses o prazo do processo da primeira CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para condutores que começaram a aquisição em março de 2019. De acordo com a resolução 168, a medida foi adotada para prevenção do Covid-19, o novo coronavírus.

De acordo com a diretora de Habilitação do Departamento, Rosilda Melo, o objetivo da prorrogação é possibilitar que o futuro motorista não perca o processo de retirada da habilitação. “O candidato poderá dar continuidade no processo de primeira habilitação com tranquilidade e segurança”, garante.

O diretor-presidente do Detran-MS, Rudel Trindade, lembra que apesar da paralisação dos atendimentos presenciais, o processo de recuperação das pistas de aulas e provas práticas continua ativo. “Acredito que em breve toda essa situação pela qual estamos passando irá chegar ao fim e poderemos retomar nossas atividades. Para isso, queremos estar com a casa em ordem e pronta para receber nossos clientes e os futuros motoristas”, comenta.

Serviço

O Detran-MS disponibiliza alguns serviços de forma online, para utilizar algum deles basta acessar o site do órgão, baixar o aplicativo ou enviar um e-mail.

Para acessar o site, clique aqui.

E-mail: faleconosco@detran.ms.gov.br

Aplicativo: Disponível para Android e iOS.

Devido ao coronavírus, processo da primeira habilitação é extendido por seis meses
Mais notícias