Detran-MS tem 2º caso positivo para coronavírus e promete isolar servidores em 10 cidades 

Servidores denunciam falta de transparência no órgão estadual e temem surto

Foi confirmado pela diretoria do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) neste sábado (30) o segundo caso de servidor com o novo coronavírus, o Covid-19, em Campo Grande. Após reunião com funcionários de outras dez cidades do Estado, o órgão estadual garante que isolou todos os contatos. Servidores reclamam da falta de informação e transparência sobre os casos suspeitos e em investigação.

Vários funcionários procuraram o Jornal Midiamax para denunciar que um servidor, que teve contato com o primeiro caso confirmado, estaria sob suspeita e que, mesmo assim, não havia informações da diretoria sobre a investigação. O servidor teria, inclusive, encaminhado mensagem para os grupos de amigos confirmando o laudo positivo, enquanto a diretoria não se manifestava sobre a investigação.

A preocupação dos servidores é de um possível surto já em andamento dentro da unidade e também no interior, que faz atendimento ao público. “Imagina um servidor que não foi afastado, mas teve contato com um caso confirmado, mas que não é comunicado a nós, ter contato com a população?”, reclama uma das funcionárias.

Neste sábado (30), o diretor-presidente Rudel Trindade confirmou o segundo caso. “Nós recebemos essa informação da confirmação da própria servidora ontem à noite, mas já bem tarde. Já estamos tomando todas as providências. Estamos nesta manhã desinfetando todo o prédio do Detran em Campo Grande. Entrei em contato com a Secretaria Municipal de Saúde e estamos verificando que providências tomar”, relatou.

O Sindetran (Sindicato dos Servidores de Departamento Estadual de Trânsito de MS) também reclamou da falta de informações desde o primeiro caso confirmado. “Foi confirmado o caso, demoraram para isolar todo mundo que teve contato. Afastaram só o bloco 2. Esse novo servidor confirmado é do bloco 9, da presidência, que recebe diversas pessoas. E vão avisar quando que está sob suspeita, sob investigação para coronavírus?”, reclama a entidade.

Trindade nega que os casos não tenham sido tratados com transparência dentro do órgão. “O segundo caso pegava carona com o primeiro. No dia que veio a confirmação do primeiro caso, esse segundo relatou que não se sentia muito bem e já foi afastado. Se a pessoa não está se sentindo bem, é afastada. Assim como todo mundo que teve contato”.

Reunião com cidades de MS

A primeira servidora participou de uma reunião com funcionários de outras dez cidades: Dourados, Ponta Porã, Naviraí, Três Lagoas, Paranaíba, Jardim, Coxim, Corumbá, Nova Andradina e Aquidauana. O sindicato reclama de falta de informação sobre o isolamento desses servidores.

“Voltaram para a cidade deles, fizeram atendimento ao público, tiveram contato com outros servidores. Essa é a seriedade que estão tratando o coronavírus no Estado?”, questiona.

O diretor-presidente do Detran-MS afirma que só foi possível isolar os servidores após a confirmação do caso. “No dia da reunião, a servidora não sabia que estava com coronavírus. Só depois que foi confirmado que nós comunicamos que quem entrou em contato deveria ficar em isolamento. Todos os que tiveram contato nessas dez cidades estão em isolamento”, comentou.

Questionado se todos os contatos com casos confirmados dentro do Detran-MS realizarão testes para o Covid-19, Trindade afirmou que está verificando a possibilidade com a SES (Secretaria de Estado de Saúde).

“É possível que sim, estamos estudando junto com a secretaria a melhor solução. Se for possível, vamos começara  testar amanhã [domingo] mesmo”, garantiu.

 

 

Detran-MS tem 2º caso positivo para coronavírus e promete isolar servidores em 10 cidades 
Mais notícias