Decreto que libera cultos diários e reduz toque de recolher entra em vigor nesta sexta em Dourados

Cidade já registra mais de 7 mil casos positivos de coronavírus

As novas medidas de flexibilização em relação às prevenções ao coronavírus em Dourados entra em vigor nesta sexta-feira (25). No novo decreto da prefeita Délia Razuk (sem partido), o toque de recolher passa a ser das 23h às 5h e as igrejas estão autorizadas a realizar cultos e missas diariamente.

Anteriormente os templos funcionavam apenas três dias na semana. Entretanto continua mantida a lotação máxima de 30%, com adoção de todas as medidas de biossegurança já vigor, como uso de álcool em gel e espaçamento de dois metros entre cada pessoa.

A flexibilização também beneficia as academias, restaurantes, lanchonetes e bares que poderão funcionar de segunda a sábado, em horários previamente definidos.

No caso das lanchonetes e bares, o horário estabelecido é das 11h às 23h. Já nos bares da cidade, o horário de funcionamento passa a ser das 10h às 23h, enquanto que nas conveniências a permissão é das 8h às 23h.

Pelo novo decreto , o horário do comércio também foi alterado nos sábados. Com isso os consumidores ganham mais tempo para compras, já que neste dia o funcionamento  passa a ser das 8h às 16h. Não houve alteração de segunda a sexta-feira, que continua das 8h às 18h.

No  shopping center, de segunda a sábado, as lojas funcionam das 11h às 21h e a praça de alimentação das 11h às 21h. Aos domingos,  as lojas voltam a funcionar das 14h às 20h e a praça de alimentação das 11h às 20h.

Os supermercados  e atacados passam a funcionar de segunda a sábado das 7h30 às 22h. O que continua mantida é a proibição da entrada de crianças menores de cinco ano neste estabelecimentos. Além disso, a regra para a presenta de apenas uma pessoa por família continua em vigor.

Apesar da flexibilização nas medidas preventivas, as infecções por coronavírus em Dourados já totalizam 7.012 casos, com mais 72 novas testagens positivas registradas na manhã desta quinta-feira (24). Os dados são do Comitê de Gerenciamento de Crise da doença na cidade,  por meio de divulgação do boletim epidemiológico.

Os números da prefeitura de Dourados também mostram que o número de pessoas internadas passou de 37 para 40. Desse total 12 ocupam vagas em enfermarias, enquanto que 28 são atendidas em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva).

Embora o número de internações  tenha aumentado, desde segunda-feira (21), a cidade não registra nenhum óbito provocado pela doença. Entretanto o número de casos totaliza 720, com, com 680 pessoas em isolamento domiciliar.

Decreto que libera cultos diários e reduz toque de recolher entra em vigor nesta sexta em Dourados
Mais notícias