Corumbá chega a 35 mortes por coronavírus e altera regras para funcionamento de comércios

Prefeitura de Corumbá informou mais 2 óbitos por coronavírus na tarde desta quarta-feira; lojas poderão abrir até as 16h de segunda a sábado

A Prefeitura de Corumbá –a 419 km de Campo Grande– confirmou na tarde desta quarta-feira (29) mais duas mortes causadas pelo novo coronavírus, elevando a 35 o total de vidas perdidas para a doença no município. No mesmo dia, a administração municipal anunciou o endurecimento de algumas medidas de combate à doença.

Dentre as mortes, conforme relatado pelo Diário Corumbaense, está a uma mulher de 67 anos, que sofria de hipertensão e diabetes e estava internada em leito exclusivo para pacientes de na Santa Casa de Corumbá. Ela havia recebido o diagnóstico há uma semana e faleceu na terça-feira (28).

O segundo óbito é um paciente oncológico de 68 anos, que recebeu notificação sobre a infecção na sexta-feira (24). Ele faleceu nesta quarta, também na Santa Casa.

Mais cedo, a Saúde Pública havia confirmado a morte de uma idosa de 77 anos. Ela também tinha diabetes e doença cardiovascular e sofria de obesidade. Até agora, Corumbá confirmou 1.166 casos positivos de coronavírus, sendo que 711 pacientes já se recuperaram, 392 estão em isolamento domiciliar e 38 seguem internados na Santa Casa. Há 14 casos aguardando confirmação por exame laboratorial.

Prefeitura de Corumbá altera horário e reduz em 2 horas o funcionamento do comércio em geral

Em meio ao aumento de casos e baixo isolamento social na cidade (que na terça-feira foi de 43,4%, ante os 70% recomendados pelas autoridades de Saúde), a prefeitura alterou as medidas restritivas para conter o coronavírus já a partir de sexta-feira (31), quando o comércio estará autorizado a funcionar de segunda a sábado, das 8h às 16h –atualmente, o funcionamento é das 8h às 18h de segunda a sexta-feira e das 8h às 14h aos sábados.

Os horários valem para estabelecimentos em geral, sendo que, por segmento, foram estabelecidas regras específicas.

Açougues, mercados, supermercados e mercearias, por exemplo, podem abrir de segunda-feira a sábado das 8h às 20h; postos de combustíveis (para abastecimento), borracharias e farmácias (estas excluindo o plantão), de segunda-feira a domingo, das 5h às 20h; , lanchonetes e similares, de segunda a sábado até às 20h30; clínicas médicas, odontológicas e veterinárias, de segunda a sexta, das 8h às 20h30 e aos sábados até às 14h; panificadoras, padarias e confeitarias, de segunda a sábado, das 6h às 20h; e sorveterias e locais destinados a venda de açaí e similares, de segunda-feira a sábado, das 08h às 20h.

Conveniências e congêneres podem abrir de segunda a sábado até às 20h30, sendo proibido o consumo no local, calçada ou imediações e recusada a venda caso seja observada a prática, cabendo ao estabelecimento evitar a ocorrência de aglomeração, sob pena de multa ou interdição da atividade. Por fim, as academias poderão abrir de segunda a sexta-feira, das 6h às 11h e das 15h às 19h.

O sistema de delivery pode funcionar em todos os dias, inclusive domingos, até as 23h. Por outro lado, , templos, centros espíritas e demais locais para manifestações religiosas não podem funcionar nos domingos, podendo funcionar de segunda a sábado com até celebrações e seguindo normas de biossegurança.

O toque de recolher em Corumbá continuará em vigor das 21h às 5h.

Corumbá chega a 35 mortes por coronavírus e altera regras para funcionamento de comércios
Mais notícias