Com pandemia de coronavírus, UFMS suspende aulas presenciais por 30 dias

Alguns servidores ainda devem adotar a modalidade de teletrabalho

A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) vai substituir as aulas e atividades presenciais por estudos dirigidos com uso de ferramentas EAD (Educação à Distância) a partir desta terça-feira (17). A medida é uma forma de prevenir a transmissão do coronavírus e acompanha a decisão de outras universidades, que também já suspenderam as aulas.

A medida vale por um mês, desta terça (17) até o dia 17 de abril. A decisão foi tomada após reunião do Crie (Conselho de Reitores de Instituições de Ensino) realizada na segunda-feira (16) à tarde.

As unidades devem orientar estudante e professores a utilizarem as ferramentas e recursos disponíveis. A substituição de aulas presenciais por estudos à distância poderá ser aplicada às atividades práticas e estágios.

As equipes da Secretaria Especial de Educação a Distância (Sead) e as Pró-reitorias de Graduação (Prograd) e Pesquisa e Pós-Graduação (Propp) prepararam tutoriais e cursos para auxiliar os professores na condução das disciplinas. As orientações estão disponíveis aqui.

O reitor Marcelo Turine assinou portaria hoje que estabelece as diretrizes e orientações para o período, e suspende o deslocamento de servidores, todos os eventos, reuniões presenciais de colegiados e conselhos, e os atendimentos à comunidade externa. Todas as bibliotecas funcionarão somente para empréstimos e devolução de livros e/ou materiais bibliográficos, excluindo as atividades de estudo e permanência.

A portaria também institui a modalidade de teletrabalho para servidores da UFMS, compulsória para maiores de 60 anos, gestantes e portadores de doenças crônicas, e nos demais casos a critério da unidade. Além disso, determina a substituição imediata da leitura biométrica do registro de frequência pelo Passaporte UFMS.

“Todas essas medidas demonstram a preocupação da Administração com a comunidade universitária. Temos de ter serenidade e cuidado com as pessoas. As medidas visam contribuir com a redução da disseminação da doença, evitando aglomeração e mobilidade, e mantendo a Universidade em atividade”, afirmou.

As medidas têm sido discutidas com as Direções das Unidades desde a semana passada. Na segunda-feira (16), a vice-reitora Camila Ítavo realizou reuniões presenciais com todas as unidades da Cidade Universitária e por videoconferência com todos os câmpus para acompanhamento e orientações.

(com informações da UFMS)

Com pandemia de coronavírus, UFMS suspende aulas presenciais por 30 dias
Mais notícias