Coronavírus: em 3 meses, mais de 700 mil pessoas passaram por barreiras sanitárias de MS

Há 17 unidades de fiscalização instaladas pelo Estado para identificar pessoas com a Covid-19

As 17 barreiras sanitárias instaladas pelo Governo do Estado em rodovias e no Aeroporto Internacional de Campo Grande para identificar pessoas que contraíram o novo coronavírus (causador da Covid-19) realizaram, até aqui, abordagens a 732.515 pessoas em 363.397 veículos ao longo dos quase três meses de funcionamento –a serem completados nesta semana, conforme informou a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública). A perspectiva é de que as ações sejam intensificadas nas regiões nas quais a doença avança.

A secretaria informou que, até aqui, não foram identificados casos positivos de Covid-19 durante as fiscalizações nas fronteiras e divisas do Estado. Os trabalhos começaram em 30 de março no aeroporto e em 1º de abril em vias terrestres.

As principais portas de entrada no Estado continuam sendo as divisas com São Paulo: Três Lagoas e Bataguassu registraram, juntas, 336.429 pessoas que passaram pelas barreiras. Já Guia Lopes da Laguna, que tem elevada incidência de casos e é o segundo município do Estado em registros de Covid-19 (183 nesta segunda-feira), teve 4.554 abordagens.

No Aeroporto Internacional de Campo Grande, foram 7.225 em 70 aeronaves. A partir desta terça-feira (26), a Capital realizará dois dias de testes com barreiras em 5 entradas da cidade a fim de verificar casos de coronavírus entre viajantes.

Coronavírus: em 3 meses, mais de 700 mil pessoas passaram por barreiras sanitárias de MS
Mais notícias