Cotidiano

Coronavírus: Dia das Mães teve a menor taxa de isolamento social nos domingos em MS

A taxa média de isolamento social em Mato Grosso do Sul neste domingo (10), quando foi comemorado o Dia das Mães, foi de 41,9%, a menor para este dia nas últimas 7 semanas de enfrentamento local ao novo coronavírus (Covid-19). O percentual, equivalente a 4 pessoas isoladas contra 6 que não seguem as orientações, ficou […]

Humberto Marques Publicado em 11/05/2020, às 13h29 - Atualizado às 15h33

Taxa de isolamento social ficou em 41,9% no Dia das Mães. (Imagem: Divulgação)
Taxa de isolamento social ficou em 41,9% no Dia das Mães. (Imagem: Divulgação) - Taxa de isolamento social ficou em 41,9% no Dia das Mães. (Imagem: Divulgação)

A taxa média de isolamento social em Mato Grosso do Sul neste domingo (10), quando foi comemorado o Dia das Mães, foi de 41,9%, a menor para este dia nas últimas 7 semanas de enfrentamento local ao novo coronavírus (Covid-19). O percentual, equivalente a 4 pessoas isoladas contra 6 que não seguem as orientações, ficou bem abaixo também da média nacional (47%), mesmo diante de apelos das autoridades de Saúde para a possibilidade de contágio com a realização de reuniões, festas e aglomerações –sobretudo dos chamados grupos de risco, especialmente os idosos.

Os dados foram divulgados pelo Governo do Estado a partir do levantamento da consultoria In Loco, que faz o monitoramento a partir da movimentação nos sinais de telefones celulares em todo o país. Nos domingos de março, mês em que surgiram os primeiros casos de coronavírus no Estado, o dia 15 teve isolamento de 42%, percentual que chegou a 63% no do dia 22 e a 59% no do dia 29.

Em abril, os percentuais foram de 64,3% no domingo de 5 de abril (até aqui o melhor percentual para o dia nessas 7 semanas); de 56,6% no dia 12; 58,5% no dia 19; e de 55,5% no dia 26. E, em 3 de maio, o índice recuou para 47,9%.

O distanciamento social foi recomendado até aqui como melhor estratégia para enfrentar o coronavírus diante da realidade da doença que, por ser nova, não tem uma vacina ou mesmo um tratamento clínico que seja consenso. A SES (Secretaria de Estado de Saúde) recomenda um isolamento mínimo de 60% para frear a curva de contágio no Estado, que nos últimos dias aumentou, principalmente, após o aparecimento de surtos no interior, como em Guia Lopes da Laguna –que teve seu primeiro caso na semana passada e, nesta segunda-feira (11), já contabilizada 34 doentes.

Baixo nível

Os cinco menores percentuais de isolamento social vieram, justamente, de pequenas cidades: Novo Horizonte do Sul, com 28,1%; Japorã, 28,6%; Santa Rita do Pardo, 31,3%; Anastácio, com 31,5%; e Antônio João, com 32,9%.

Já as duas cidades com o melhor percentual de isolamento são aquelas que encararam o maior índice de incidência do Estado: Guia Lopes, com 70,8%; e Brasilândia, com 57,3%. Na sequência aparecem Jaraguari (56,8%), Bonito (que também registrou seus primeiros casos nos últimos dias, 56,4%) e Figueirão (55,3%).

Campo Grande

coronavírus, novo coronavírus, pandemia de Covid-19, taxa de isolamento social em Mato Grosso do Sul, em MS, menor entre os domingos, Dia das Mães, In Loco, distanciamento social
Percentual de recolhimento em Campo Grande foi de 41,2%, ainda menor que a média estadual. (Foto: Chico Ribeiro/Subcom)

Cidade com o maior número de casos (155 na contagem desta segunda), Campo Grande registrou isolamento social abaixo da média estadual, com 41,2%. Contudo, pelo menos cinco bairros ficaram abaixo dos menores municípios: Tiradentes (24%), Universitário e Vila Popular (25%), São Francisco (27,1%) e Jardim Columbia (27,9%).

“A arma que a gente tem em todo mundo é o isolamento social. Nossa preocupação é que estamos tendo um acréscimo muito expressivo nos últimos dias, estamos numa média de 15, 20, e até 25 novos pacientes por dia, e isso nos tem trazido muito apreensão. E ficar em casa é a melhor contribuição que cada um pode nos dar nesse momento”, ponderou o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, ao pontuar o aumento no número diário de casos de Covid-19 no Estado (entre domingo e esta segunda, foram 23 confirmados).

Jornal Midiamax