Contra crise na pandemia, comerciantes protestam nesta segunda-feira na fronteira de MS

Empresários reivindicam decisões de governo para conter crise na pandemia em cidades fronteiras do Estado.

A Câmara de Indústria, Comércio Turismo e Serviços de , fronteira de Ponta Porã, a 312 quilômetros de distância de Campo Grande, organiza nesta segunda-feira (13), um protesto reivindicando ao governo  medidas para conter a crise consequente da pandemia do coronavírus.   

Os empresários ressaltaram que estão sofrendo com a desestabilização dos eixos da economia local, como , abertura gradual das barreiras de cidades fronteiras e facilitação para abertura de crédito.   

“Pedimos 9 eixos para uma mesa de trabalho permanente com o governo: fortalecimento de nossos hospitais; reabertura gradual e com protocolos de nossa fronteira; reativação de atividades educacionais Via on-line / presencial para os 12.000 estudantes estrangeiros, que são os principais colaboradores da nossa economia local; programa de industrialização sério; recuperação econômica de forma transparente e clara; facilitação de empréstimos com baixas taxas de juros. Encosto de nevoeiro; reconversão do ; reconversão do comércio turístico; e reformas importantes em infraestrutura e obras urbanas”, informou a Câmara em nota.   

A carreata está marcada para acontecer às 15h, em frente ao cassino hotel Amambay, no centro de .  

Contra crise na pandemia, comerciantes protestam nesta segunda-feira na fronteira de MS
Mais notícias