Contra aumento de casos de coronavírus, ônibus vão circular até 21h30 em Campo Grande

Após esse horário, somente trabalhadores de serviços essenciais, anunciou Marquinhos

Os ônibus de Campo Grande vão circular até às 21h30 e, depois desse horário, só será permitido embarque de trabalhadores de serviços essenciais, anunciou o prefeito (PSD) durante live desta quarta-feira (8). A medida é adotada para evitar aglomeração e tentar conter o avanço do coronavírus (Covid-19).

Assim como o toque de recolher às 20 horas, a alteração no horário dos ônibus vai durar 12 dias. “Podem ter certeza, tudo foi pensando e nada vai afetar o seu direito de ir e vir. Mas é necessário responsabilidade social”. Marquinhos citou taxa de isolamento em 37% na Capital, quando o recomendado é 70%.

De uma situação confortável, Campo Grande vive hoje realidade de 77% dos leitos de (Unidade de Terapia Intensiva) ocupados. O chefe do Executivo municipal votou a dizer que está descartado, por enquanto, mas medidas mais rígidas precisavam ser tomadas.

Ele citou, ainda, que dirigentes de associações comerciais, dos e bares, dentre outras, são ouvidas para as decisões, tomadas com o Ministério Público, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e autoridades em saúde. Shoppings, academias, comércios, igrejas, funcionam a partir de hoje com 40% da capacidade, ao invés de 60% que estava vigente até então.

A Prefeitura de Campo Grande vai informar como será feito o controle e como funcionará a mudança no transporte coletivo.

Contra aumento de casos de coronavírus, ônibus vão circular até 21h30 em Campo Grande
Mais notícias