Consórcio teria desmontado frota para vender ônibus climatizados e Prefeitura promete apurar

De 22 executivos com ar condicionado, só teriam restado sete

Os passageiros já perceberam que os ônibus com ar condicionado estão cada vez mais raros em Campo Grande, mas além das linhas convencionais, o conforto deve ficar para trás até mesmo nas linhas executivas. Conforme publicação da página Ligados no Transporte, o Consórcio Guaicurus teria revendido vários dos veículos com ar condicionado da frota e que circulavam nas linhas executivas. Eles também estariam sendo substituídos por ônibus convencionais.

Executivos com identidade visual muito similar a do Consórcio são encontrados no site OLX. (Foto: Reprodução)

Um exemplo do que tem acontecido com os executivos é a linha 191 – Moreninhas/Shopping. Desde janeiro, o ônibus com ar condicionado parou de circular e foi substituído pelo convencional. Sobre a suposta venda dos ônibus com ar, a Agereg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos) disse que recebeu a denúncia e que vai apurar a situação.

“Vamos encaminhar um ofício para o Consórcio hoje com prazo de dois dias, para que se manifeste a respeito desta notícia. Mas, não temos mais informações a respeito disso”, disse o diretor-presidente da Agereg, Vinícius Leite. Vale lembrar que, conforme contrato, o Consórcio Guaicurus não tem a obrigação de comprar ônibus com ar condicionado.

As linhas executivas com ônibus com ar condicionado começaram a ficar mais escassas a partir de 2018. Durante a greve dos caminhoneiros, o Consórcio retirou os ‘fresquinhos’ das ruas por 18 dias com a justificativa da falta de diesel. Na época, ônibus circulavam com um intervalo de 40 a 50 minutos. Agora, a maioria das linhas circula somente nos horários de pico.

Conforme denúncia do Ligados no Transporte, o Consórcio vendeu boa parte dos ônibus executivos. De 22 executivos com ar que circulavam em 2018, só teriam sobrado sete. O Ligados no Transporte até flagrou alguns dos veículos do Consórcio sendo vendidos no site OLX.

O Jornal Midiamax entrou em contato com o Consórcio Guaicurus e não obteve resposta até a publicação da reportagem.

Sumiço de ônibus com ar condicionado

Quem precisa se locomover todos os dias com o transporte público sabe o quanto é sofrido encarar lotação nos ônibus de Campo Grande, ainda mais nos dias de intenso calor. Assim, os passageiros chegam até a comemorar quando um dos 14 veículos convencionais com ar condicionado – de uma frota 558 – passa no ponto. O problema é que, basicamente, a frequência desses veículos nos trajetos diários está cada vez mais rara. Ônibus convencional com ar condicionado? Ninguém sabe, ninguém viu.

Relatos obtidos pela reportagem indicam que há pelo menos três semanas a frequência dos convencionais climatizados diminuiu drasticamente. Dentro dos ônibus durante o trajeto, é comum ouvir usuários reclamando do ‘sumiço’ dos veículos. “Nunca mais vi na linha, eles [Consórcio] tiraram tudo. Devem estar encostados na garagem enquanto a gente paga R$ 4,10 de passagem”, comenta uma passageira. A linha em questão, 051, que faz trajeto Terminal Bandeirantes-Shopping, atualmente roda com quatro ônibus, todos sem o equipamento.

(Colaborou Mariane Chianezi)

Mais notícias