Confira: prefeitura lista 12 farmácias onde ainda há vacinas contra gripe

Em alguns locais, Paço Municipal aponta que estoques de medicamento chegava a 90 doses na manhã desta quarta-feira

Com a quarta reposição de estoques de vacinas contra a Influenza, e depois de uma grande procura por parte de idosos que desafiam o frio e a chuva no início da madrugada para se imunizarem na terça-feira (7), a Prefeitura de Campo Grande divulgou nesta quarta (8) uma relação com 12 farmácias da cidade onde ainda é possível encontrar o medicamento.

Conforme apontou a assessoria do Paço Municipal, a busca pela vacina tem sido alta em todas as unidades de saúde, fazendo com que os estoques acabassem em poucas horas. O cenário se repetiu em algumas farmácias particulares conveniadas nas quais a demanda se mostrou baixa.

Em oito estabelecimentos, até o fim da manhã desta quarta-feira, havia 90 doses em caixa reservadas para pessoas com mais de 60 anos. Confira, abaixo, a lista de locais onde ainda havia vacinas em estoque:

  • Droga 10 – Rua Tembés, 374, Vila Jussara
  • Droga 10 – Rua Fentini, 545, Universitário
  • Droga 10 – Avenida Cafezais, 1.899, Jardim Macaúba
  • Droga 10 – Avenida Bandeirantes, 1001, Amambaí
  • Ultrapopular – Avenida Raquel de Queiroz, 928, Aero Rancho
  • Farmácia Popular – Rua Padre Mussatuna, 689, Jardim Itamaracá
  • Farmácia Popular – Rua Pará, 732, São Jorge da Lagoa
  • Farmácia + Popular F-07 – Avenida Costa e Silva, 70, Vila Progresso
  • Farmácia + Popular F-15 – Avenida José Barbosa Rodrigues, 2.546, Bosque das Araras
  • Drogaria São Bento – Rua Olímpio Klafke, 208, Mata do Jacinto
  • Drogaria São Bento – Avenida Guaicurus, 3.920, Universitário
  • Droga Raia – Rua Jerônymo Paes Benjamim, 14, Jardim São Bento

Ao todo, 51 farmácias particulares se uniram às 10 unidades públicas de saúde para descentralizar a aplicação das vacinas, evitando aglomerações e, assim, ajudando a conter o avanço do novo coronavírus (Covid-19). Nelas, lá foram aplicadas quase 19,5 mil doses de vacinas –a maioria (6.158) na região urbana do Anhanduizinho, também a mais populosa da cidade.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe foi antecipada neste ano justamente por conta do coronavírus. A aplicação das doses começou em 24 de março e, em menos de 24 horas, todas as doses do primeiro lote tinham se esgotado. Nos dias posteriores, unidades de saúde e drogarias foram reabastecidas, mas a busca nas farmácias caiu significativamente, segundo a prefeitura.

A primeira fase da campanha vai até o dia 15, sendo focada em idosos e profissionais de saúde. No dia seguinte, terá início a segunda etapa, para caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, profissionais do sistema prisional, detentos e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos, que estejam detidos e sob medidas socioeducativas, profissionais de forças de segurança e salvamento e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Já a terceira etapa, que tem início em 9 de maio, vai atender professores de escolas públicas e privadas, gestantes, mães em fase de pós-parto, pessoas com deficiência, adultos de 55 a 59 anos, crianças de 6 meses a menores de 6 anos e povos indígenas.

Confira: prefeitura lista 12 farmácias onde ainda há vacinas contra gripe
Mais notícias