Complexo da Sanesul em Campo Grande irá funcionar com energia solar

O Complexo Maria Cecília Barbosa da , em Campo Grande, vai utilizar as placas fotovoltaicas para gerar sua própria energia. Elas já estão sendo instaladas. A concessionária é responsável pelo tratamento e abastecimento de água de cidades do interior de .

O uso de no setor de saneamento já é uma realidade no Brasil, seja na operação e no tratamento de , ou para o abastecimento de água. A fonte natural apresenta ótimos resultados, é econômica e ecologicamente correta.

Em MS, a está apenas começando a utilizar este modelo. Um projeto piloto já havia sido testado em Sidrolândia, no Centro de Reservação de Água 03 (CR-3).

Mas, no Complexo Maria Cecília Barbosa, o projeto é mais robusto. De fato, são 159 placas instaladas, totalizando 58,035 kWp (quilo-watt-pico), capaz de atender o consumo local.

“Este projeto faz parte do esforço realizado pela Diretoria Comercial e de Operações, em busca da máxima eficiência energética para a . A equipe de gestão de energia, em parceria com o SENAI, desenvolveu todo o projeto, que servirá de modelo em outras unidades da ”, comentou Aldo Alvarenga do Amaral, engenheiro eletricista, que faz parte da equipe.

Segundo Aldo, a produção de energia deverá ultrapassar 82.000 kWh (quilo-watt-hora) por ano, o que equivale a uma economia na ordem de R$ 70 mil reais ao ano. “Ela deverá produzir 95% da energia utilizada pelo almoxarifado central e o prédio da Gerência Comercial”, comenta. (Informações da assessoria)

 

Complexo da Sanesul em Campo Grande irá funcionar com energia solar
Mais notícias